10 segredos para se tornar uma mulher bem sucedida

10 segredos para se tornar uma mulher bem sucedida

Ser uma mulher bem sucedida pode ser, muitas vezes, assustador, pois envolve conflitos pessoais e decisões das quais nem sempre estamos preparadas para lidar.

Desde a adolescência, meu sonho sempre foi ser executiva, dessas que usam tailleur [terninho feminino] e salto alto, tomam muitas decisões em seu dia a dia e vivem com a agenda abarrotada de reuniões. Em minha cabeça, profissionalmente, não poderia existir mulher mais importante do que uma executiva, afinal, esta mulher estaria no topo do “Everest” profissional, mostrando-se assim uma vencedora na vida. 

O tempo passou e com muito empenho e dedicação acabei de certa forma me tornando aquilo que sempre sonhei, no entanto, de um jeito completamente diferente do que imaginei. Troquei o salto pelas botinas e a grande sala com vista panorâmica pelo canteiro de obras. Sou uma executiva da construção civil, o que muito me orgulha.

Talvez se alguém contasse para mim como o meu sonho seria realizado seria bem provável que eu soltasse uma sonora gargalhada e dissesse: Você só pode estar louco! Mas o fato é que nem sempre tudo ocorre exatamente como planejamos e, às vezes, isso é a melhor coisa que poderia nos acontecer.

Se antes em meus pensamentos uma executiva era aquela mulher que decidia tudo sozinha, hoje posso dizer que aprendi nos bastidores da vida que não é bem assim que a banda toca. Uma mulher solitária no ambiente profissional não vai muito longe, por isso é preciso contar com as pessoas ao seu redor. Também é importante ser a base para o sucesso profissional de outras pessoas, pois na vida profissional a reciprocidade é o melhor caminho para o sucesso.

E engana-se quem pensa que a vida de uma executiva é um mar de rosas. Se você acredita nessa história, sinto muito em ter de mostrar a você uma outra realidade. Se por um lado existe alguns fatores que podem ser bem atraentes, como status, ganhos financeiros e realização profissional, por outro lado tudo isso pode ter um alto preço que nem todas estão dispostas a pagar. E isso inclui sacrifício de tempo, disposição para estudar e muitos problemas internos e externos a serem resolvidos.

Vale lembrar também que na vida de uma executiva existe pouco espaço para glamour ou tudo aquilo que a gente vê em revistas, filmes ou novelas. Ser uma mulher executiva é, muitas vezes, assustador, pois envolve conflitos pessoais e decisões das quais nem sempre estamos preparadas para lidar.

Mas saiba que não existe satisfação maior na vida de uma pessoa do que aquela de olhar para si mesma e saber que você chegou exatamente no lugar em que gostaria de estar. 

Para te inspirar, compartilho a seguir alguns aprendizados que adquiri ao longo da minha carreira e que fazem a diferença no dia a dia. Vamos lá?   

Quem constrói sua carreira é você, não se convença do contrário

Pode ser que você escute muitos conselhos sobre qual caminho seguir, mas é preciso deixar claro claro que a palavra final é sua.

Tenha em mente que ninguém pode decidir algo por você, especialmente sobre sua carreira, pois é algo que você fará durante boa parte da sua vida.

Ter consciência de que você é responsável pelo seu próprio futuro evita que caia em belas enrascadas e que viva infeliz esperando sempre pelo próximo final de semana.

 Foco no que importa

Sua vida profissional pode, muitas vezes, te oferecer mais distrações do que um parque de diversões.

São projetos sem retorno, ajuda sem propósito e tantas outras coisas que podem fazer com que você fique perdido no meio do caminho.

Por isso, ter foco no que importa para você torna-se não somente algo essencial, mas também vital para sua carreira. Saber o que faz e por que faz é a bússola que te norteia para resultados positivos.

Afinal, se tudo é importante, então, nada é importante, concorda?

Às vezes, você vai ser provada. Nessa hora, mostre o seu valor!

Ao longo da sua vida profissional você será testada. Mas não se assuste, é justamente neste momento que você deve mostrar seu valor para que possa crescer. Grandes executivas, muitas vezes, foram testadas, afrontadas e até mesmo contrariadas.

Adotar um posicionamento seguro e autoconfiante, cercando-se de bases e dados confiáveis são boas maneiras de mostrar o que pensa sem deixar espaço para que duvidem de seu potencial.

Acredite em você mesma! 

Vista-se como você gostaria de ser vista

Sei que este é um tema delicado, afinal, poderia soar até um pouco superficial dependendo da forma como for tratado. Mas antes que você possa tirar qualquer conclusão precipitada, deixe-me explicar.

Desde menina sempre procurei vestir-me de maneira muito próxima às executivas que idealizava. Mas sempre tive a consciência de que existem inúmeras possibilidades de se vestir bem sem ter que gastar muito dinheiro para isso.

O fato é que seu guarda-roupas pode, sim, dizer muito sobre você. E pensar sobre a mensagem que se quer passar torna-se fundamental em vários sentidos. Pode até ser que sua roupa não fale tudo sobre você, mas com certeza de uma forma ou de outra emite uma mensagem.

Portanto, esteja consciente de como quer ser vista e comece a investir também em seu guarda-roupas, afinal, ele é a expressão de você mesma. 

Seu ambiente de trabalho deve ser levado a sério, mesmo que de maneira leve

É preciso que você saiba que lugar de trabalho é lugar de trabalho. 

A afirmação parece óbvia, mas por incrível que pareça nem sempre é levada a sério. Ter consciência de que por mais informal que um local de trabalho possa parecer, mesmo assim deve ser considerado da maneira mais profissional possível. Faz uma grande diferença em sua vida.

E isso não significa que você deva se transformar em uma pessoa que não sorri e leva tudo ao pé da risca. Saiba que você pode e deve levar suas obrigações profissionais de maneira leve, até porque não há quem aguente tanta seriedade assim.

Saber que local de trabalho não é parque de diversões é crucial para que se consiga formar uma imagem coerente com a executiva que você pretende ser.

Você quer ser feliz ou ter razão?

Pode ser que nem tudo saia exatamente como você gostaria e aí cabe a você decidir: você quer ser feliz ou ter razão?

Tudo depende da análise que se faz da situação e do que você espera receber em troca. Pode ser que em alguns momentos valha a pena você deixar para lá e ser feliz, mas em outros talvez valha insistir naquilo em que acredita.

Tudo depende do quão resolvida a história ficará para você e se está disposta a aceitar as consequências de sua escolha. Afinal, não existe almoço grátis, espero que você saiba disso. 

Ajudar outras pessoas também faz parte de suas responsabilidades

Não é porque você tem um objetivo profissional que deve agir como um trator e passar por cima dos sonhos de outras pessoas. Ajudar o próximo em sua jornada profissional, além de fazer bem, te dá a oportunidade de se colocar no lugar da outra pessoa. A isso damos o nome de empatia.

Talvez agindo assim você possa ver a vida de outro ângulo e isso contribua para o seu crescimento, afinal, como dizia o “Tio Ben”, do Filme O Homem Aranha: “com grandes poderes também surgem grandes responsabilidades”. Comece desde agora.

Siga em frente

É possível que ao longo do seu caminho você possa tropeçar algumas vezes.

Pode ser ainda que desses tropeços venham alguns tombos, isso é perfeitamente natural e você não será a única a levar uma rasteira da vida.

O grande segredo é a maneira com que você encara o que lhe acontece. Ficar lamentando pode não ser a melhor saída, choramingar aos quatro ventos as tragédias também não resolve muita coisa.

Arregace as mangas, utilize os insucessos como aprendizado e siga adiante. Independentemente das circunstâncias, não deixe que as pedras no caminho te impeçam de chegar até aonde você deseja.

Este é o segredo de mulheres que alcançaram o topo das suas carreiras.

 Faça o que tem de ser feito

Sim há muito para ser feito e, justamente por isso, você deve arregaçar as mangas. Deixe de lado esse medo bobo de que não é capaz, isso se chama autossabotagem e é a pior coisa que poderia fazer a si mesma.

Talvez nem sempre o que precisa ser feito é algo que você goste de fazer, no entanto, tenha consciência de que isso te levará a um objetivo maior. Quando se sabe o que deve ser feito, você já tem meio caminho andado.

 Seja uma mulher que abre passagem

Não é porque você chegou ao topo que deve olhar todo mundo de cima. Lembre-se sempre de onde veio e de todos os ‘perrengues’ que passou até chegar onde está hoje.

Seja grata a vida e retribua sendo uma mulher que ajuda outras mulheres. Abra passagem, ensine, forme sucessoras, acredito que esta seja a melhor maneira de demonstrar respeito a outras mulheres que virão depois de você. Seja ponte e não rochedo.

Eu acredito em você.

 

*Artigo originalmente publicado no Portal Tempo de Mulher


Fonte: Artigos Administradores / 10 segredos para se tornar uma mulher bem sucedida

Os comentários estão fechados.