5 estratégias olímpicas para seu empreendimento em 2016

5 estratégias olímpicas para seu empreendimento em 2016

Aprenda com os atletas

2016 será nosso ano olímpico no Brasil, então, porque não aplicamos as estratégias de grandes treinadores para alcançar a melhor performance nos negócios e em todos os setores de nossa vida?

Para os grandes nomes do coaching, a crise é a grande oportunidade para você inovar, desenvolver e estabelecer.

Então, se está pensando em iniciar um novo empreendimento ou mudar o campo de investimento que já realizou, pense como um atleta para verificar em sua gestão por resultados, qual será seu rendimento e em qual plataforma vai subir: ouro, prata ou bronze?

Pratique a tolerância, a adaptação e a cooperação.

Vamos começar pela paz: no trabalho, nas relações, na família. Quando um dos setores não vai bem, parece que algo falta.

Paz é a primeira palavra de ordem todo início de ano.

“A verdadeira paz não é meramente ausência de tensão; é a presença da justiça.” Martin Luther King – ele combatia a não violência.

Seja um líder que capacita outros. Anthony Strano, conferencista mundial considera que é preciso “criar um espaço onde todos se sintam respeitados e valorizados não importa quem ou o que eles sejam”. Ainda afirma: “A tolerância é a criação de um espaço para interação de qualidade”.

1ª. Estratégia – tenha um espírito olímpico de competidor ético em todos os setores. Respeite opiniões contrárias, porque manter a vida excelente também inclui expressar o nosso respeito pela qualidade e sustentabilidade da paz, da cooperação e da adaptação: isso é tolerância. Acomode outras opiniões, porque elas abrirão caminhos para seu crescimento pessoal e profissional.

Pratique o discernimento e a coragem

Nuno Cobra, treinador de Ayrton Senna, criou uma estratégia de pensamento simples ao capacitar uma dona de casa a atravessar o Canal da Mancha, porque ela sempre olhava adiante e pensava: “Ainda falta metade para eu atravessar”.

Nuno aplicou sua motivação dizendo à nadadora que voltasse e no meio do canal deveria olhar para trás e pensar: já consegui nadar a metade do canal. Ela mudou o pensamento e finalmente atravessou!

O herói tem habilidade para através da introspecção e observação, de discernir e decidir o próximo passo e qual curso de ação seguir.

Adote a postura do herói! Tenha a coragem de ser honesto interna e externamente sobre suas limitações e possibilidades de mudar e avançar.

2ª. Estratégia – qualquer que seja o objetivo que tenha traçado, os obstáculos virão e o desafiarão a desistir. Nesse momento aplique a estratégia de Nuno e diga: “Já cheguei até aqui e vou continuar!”. Adote o hábito de refletir sobre as estratégias mentais que podem ajudar você a alcançar melhores resultados. Enfrente um dragão por dia e poderá no final, ser o campeão da arena.

Adquira novos hábitos

O jogador americano de tênis – Timothy Gallwey ao explicar a trajetória entre sistema nervoso e movimento muscular propõe a Teoria das Trilhas dos Hábitos.

Gallwey ensina a abandonar esquemas mentais, não combatendo costumes velhos adquiridos, mas sim iniciando novos hábitos.

Riedel ao citar o pensamento de Prentice Mulford ensina que se todos os dias fizermos um pequeno esforço, por mais simples que seja, treinaremos a mente a desenvolver e educar a vontade.

3ª. Estratégia – ao iniciar um novo empreendimento adquira novos hábitos para que seu sistema nervoso crie novos caminhos de criatividade, movimento, ação e estratégias.

 

O Jogo interior influencia o jogo exterior

Goleman, ph. D. fala sobre os programas de meditação de atenção plena que grandes empresas criaram para seus líderes e executivos. Com a prática desse método ocorre a redução da atividade no córtex pré-frontal, liberando a presença no aqui e agora.

Tolle, pesquisador do poder do agora, declara a importância de realizarmos monitoria constante de nosso estado mental e emocional pela auto-observação: “Estou me sentindo à vontade neste momento?”.

No ambiente de trabalho a presença plena possibilita maior criatividade, melhor gestão do tempo, economia de recursos, capacita o colaborador a desenvolver empatia com seus companheiros de trabalho e com seus clientes: o que resulta na identificação de oportunidades, desenvolvimento de competências e fortalecimento da missão.

Crie programas de qualidade de vida em sua empresa para que as pessoas possam praticar o autoconhecimento e gerir suas necessidades para selecionar prioridades e estarem presentes de corpo e mente quando o trabalho solicitar. Não há necessidade de grandes investimentos para isso: um mural motivacional, mensagens na intranet e via celular, indicação de palestras são ações econômicas.

4ª. Estratégia – valorize seu potencial e de seus colaboradores através da qualidade nas interações. Propicie um ambiente participativo e motivador para gerar lucro em seus resultados finais. Aplique a técnica de Losada que explica matematicamente que para cada interação negativa (avaliação ou feedback com críticas, indiferença), deve haver três positivas e elas podem ocorrer através de um reconhecimento ou elogio de trabalho, motivação, gestos, etc. Cientificamente melhora a performance e o desempenho. Essa tática mantém a qualidade nas relações conforme explica Vieira, ph.D.

 

Faça a Gestão do Tempo

Christian Barbosa ensina como gerenciar o tempo através da tríade: família, trabalho e vida. Estabelece como ponto de partida ações de reflexão, estabelecimento de metas, planejamento, organização e execução. Seu método se baseia nos princípios: aliviar a mente, planejar, prevenir, priorizar e equilibrar.

Autoestima significa fé em si mesmo e para administrar o seu tempo você precisa acreditar que é capaz. Qualquer oscilação nessa área vai comprometer seu rendimento.

O gerenciamento do tempo requer três ações: priorizar, organizar e manter o foco.

Quando sentir pressões internas e externas, pratique o hábito de respirar em quatro tempos e expirar soltando as tensões em seis segundos. Repita o processo três vezes ou até sentir-se melhor e com maior clareza mental.

Economize palavras – elas representam 30% do que está sendo dito. Gerencie a essência delas, seus gestos e atitudes. A prática de perceber o jogo interno e externo, já citada – vai ajudar nesse propósito também.

5ª. Estratégia em 4 passos: 1) pratique observar os pensamentos para reduzir a frequência e eliminar os indesejáveis. Substitua os pensamentos inúteis por úteis que são aqueles que você vai realizar de fato; 2) alinhe suas ações a uma consciência adequada à realidade (separe o real do ilusório), trabalhe com fatos; 3) seja um líder altruísta: identifique seus valores e virtudes, anote-os em um papel e fortaleça-os; 4) habitue-se a escrever em um diário e uma vez por mês escreva seu Swot pessoal – consiste em uma ferramenta em que você coloca quatro quadrantes e anota o tema equivalente em cada um para melhorar suas estratégias de ação. Um quadrante para forças internas, outro para as fraquezas internas, o terceiro para oportunidades externas e o último para as ameaças externas.

O líder mais competente e influente é aquele que primeiro venceu a si mesmo, por isso indico essas práticas de autoliderança para melhorar a gestão do tempo.

Você pode ter esperado que eu falasse da descoberta de novos nichos de mercado ou planos de ação, porém você é o empreendedor e para que seu negócio seja um sucesso, ele deve começar por você.

 No calendário da BK – Organização não governamental afiliada ao Departamento de Informações Públicas da ONU – há a motivação para que a pessoa se autoavalie ao final de cada mês, assinalando a opção ouro, prata ou bronze através dos desenhos das medalhas.

 Assim, também convido você empreendedor, que em 2016, a cada mês avalie sua atuação seja como inventor, inovador, criador, líder, executor – em um quadro, para que ao final do ano possa contabilizar não só os lucros financeiros, mas também seu autoprogresso e sua satisfação interior.

 Seja um empreendedor de alta performance em 2016.

Lidere-se para vencer 2016 e subir ao pódio para receber sua medalha de ouro!

Saudações,

Rosana Rocha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Fonte: Artigos Administradores / 5 estratégias olímpicas para seu empreendimento em 2016

Os comentários estão fechados.