6 atitudes que fizeram minha empresa sair do vermelho mesmo na crise

6 atitudes que fizeram minha empresa sair do vermelho mesmo na crise

Uma pequena empresa com muitas dívidas pode conseguir a estabilidade com algumas atitudes conscientes diante do susto de um faturamento menor

Foi agora, em 2015, com faturamento despencando e queda nas vendas que minha pequena empresa consegui se estabilizar, fugir de empréstimos e financiamentos e conseguir visualizar um futuro mais estável.

Muitos podem se perguntar: Como isso é possível?

Com vendas em alta nossas compras e despesas eram muito altas também e a empresa acabou adquirindo muitos empréstimos e pagando juros exorbitantes tanto para bancos como para administradoras de cartões de crédito.

Diante do susto dos empréstimos aumentando e as vendas diminuindo fomos tomando algumas atitudes que antes íamos protelando e as coisas não saiam do lugar.

As atitudes que nos ajudaram foram essas:

1) Reduzir estoque. Escolhemos os produtos com maior giro e maior lucratividade e cortamos todos os outros fornecedores. Hoje olhamos para cada produto como se estívessemos vendo dinheiro, evitamos perdas e desperdícios. Estoque parado é prejuízo.

2) Reduzir despesas. Algumas despesas eram desnecessárias porque apenas aumentavam a burocracia ao invés de tornar a empresa prática e enxuta. Não cortamos apenas as despesas que impactavam no bom atendimento ao cliente. Tornamos nossa rotina mais prática e simplificada dando atenção a tudo o que realmente importa e dispensando todo o resto.

3) Selecionar melhor os colaboradores tanto os terceirizados como fixos. Não misturar pessoal com profissional. Cada pessoa deve mostrar resultados naquilo que se propõe a fazer, no caso dos resultados como profissional não serem satisfatórios tívemos que tomar atitudes cabíveis para cada caso. Passamos a dar prioridade para aquelas pessoas que apresentam soluções de maneira clara e objetiva, que não se perdem diante de problemas e que realmente não tem medo de “colocar a mão na massa” e fazer o que tem que ser feito. Damos preferência para ações bem feitas, apenas discursos bonitos não nos impressionam mais.

4) Dispensar formas de pagamento que trazem muita burocracia e muita inadimplência além de perder clientes que por estarem devendo deixam de comprar em nossa empresa. Em nosso caso a forma de pagamento dispensada foi o crediário. Deixamos de perder tempo, clientes e dinheiro. Atualmente as formas de pagamento aceitas são: dinheiro, cartão de débito, cartão de crédito e parcelado.

5) Deixar de fazer empréstimos e pagar juros. Deixar de adiantar pagamentos. Procurar comprar mais á vista e conseguir descontos. Repassar esses descontos para o cliente aumentando as vendas á vista.

6) Investir cada vez mais no bom atendimento ao cliente com regras claras e objetivas, bons produtos com muita qualidade, bons descontos e agrados em geral para o cliente.

Enfim, minha empresa hoje não tem ainda grande lucratividade e continuamos a batalhar muito para pagar os erros do passado e todos os impostos. É preciso não ter preguiça e se esforçar muito para dar sempre um bom atendiimento ao cliente. O bom atendimento ao cliente sempre foi nosso principal lema e continuará sendo sempre. Temos sempre uma água, um suco gelado, um café quentinho, um sorriso e um abraço para oferecer além dos produtos com toda garantia, qualidade e bom gosto.

Mas incrivelmente o ano da crise foi o que mais foi produtivo para a empresa. Colocamos os pés no chão, continuamos a trabalhar duro e estamos saindo das dívidas. Em 2015 não fizemos nenhum empréstimo e ainda conseguimos pagar muita coisa atrasada. Nossas contas agora estão parceladas e em ordem de pagamento.

Minha pequena empresa faz parte do ramo de comércio varejista de roupas e calçados mas acho que a lição que aprendemos serve para pequenas empresas de diversos ramos e setores.

Afinal, toda crise é uma oportunidade não é? No nosso caso foi oportunidade de nos reestruturar e começar a administrar do jeito certo sem perder tempo e dinheiro com atitudes inconscientes e improdutivas!

 


Fonte: Artigos Administradores / 6 atitudes que fizeram minha empresa sair do vermelho mesmo na crise

Os comentários estão fechados.