A chave da automotivação

A chave da automotivação

Como se automotivar e se manter motivado de forma constante ainda é um mistério para muitos. Mas com a compreensão de alguns princípios básicos é possível gerar energia contínua para entrar e permanecer em ação

A palavra “motivar” vem do Latim Medieval MOTIVUS, “o que move, o que empurra”. E esta palavra vem do Latim Clássico MOVERE, “mover, mexer, colocar em movimento”. Motivar é levar a ação! Sem movimento ou AÇÃO você não vai conseguir nada na vida. 

Mas por que, muitas vezes, você tem tanta dificuldade para se automotivar ou motivar os outros? 

E há outras perguntas a serem respondidas:

  • Como você mantém a motivação por seu trabalho?
  • Qual a relação da motivacão com a prosperidade?
  • Por que a motivação dura tão pouco?
  • Qual é o fator chave do qual depende sua motivação na vida?
  • Como manter sua motivação viva por muito mais tempo?

 Para começar a responder todas estas questões acima, vamos analisar o que é a AÇÃO. Já pensou em ação como movimento e energia? 

A energia elétrica vem das forças do vento, dos raios solares, da queima do gás natural e do óleo, e da força da água. Os indivíduos também precisam de uma força, carga ou combustível para agir e funcionar bem. 

Nos seres humanos, este combustível, como explicado acima, é o motivo, a razão, o propósito. Mas não é qualquer motivo que fará um indivíduo agir de forma massiva e constante para atingir suas metas e conquistar seus objetivos. 

A potência da energia que impulsionará a ação vai depender da importância do seu objetivo, da necessidade desta conquista, e da determinação e persistência do indivíduo. 

E para conseguir ter e manter essa energia, primeiro, a pessoa deve ter uma vida saudável, sem vícios, com descanso suficiente e alimentação sadia. Além disso, vai precisar de um equilíbrio mental e emocional que a leve a manter uma elevada autoconfiança. 

O desequilíbrio mental e a diminuição da autoconfiança são causados pelo acúmulo de dores, perdas, fracassos e sofrimentos que uma pessoa experimenta na vida.

Entenda melhor através desta citação do escritor e filósofo americano L. Ron Hubbard:

“Uma das descobertas básicas da Dianética foi que a inconsciência e toda a dor que a acompanha eram armazenadas em uma parte da mente, e que esta dor e esta inconsciência acumulavam-se até causarem que o organismo começasse a morrer.”

“Outra descoberta de Dianética foi que esta dor pode ser anulada ou apagada, com um retorno a plena consciência e uma reabilitação em direção à sobrevivência.”

“Em outras palavras, com Dianética tornou-se possível neutralizar a inconsciência e a dor acumulada através dos anos e restaurar a saúde e a vitalidade do organismo.”

Portanto, é possível atingir equilíbrio mental, aumentar a autoconfiança e se manter automotivado com o estudo e aplicação das técnicas terapêuticas de Dianética. Inicie-se no caminho de autoconhecimento e melhoramento pessoal para garantir uma vida cheia de grandes sonhos e realizações.

 


Fonte: Artigos Administradores / A chave da automotivação

Os comentários estão fechados.