A farra do diploma universitário x baixas rendas

A farra do diploma universitário x baixas rendas

Falta de planejamento em democratizar diplomas e títulos e como isso está impactando o mercado de trabalho e diminuindo a renda

Uma das muitas coisas que aprendi com meu pai em nossas poucas mas claras e preciosas conversas foi que tudo na vida deve ser planejado.

Vamos comprar uma casa, um carro, quero um emprego melhor, quero morar no exterior, quero casar e ter filhos, quero ser milionário ou bilionário, hoje se chega a esses números, você tem que se planejar.

Não pode ser diferente quando você faz uma política de valorização do ensino universitário no Brasil X Mercado de Trabalho.

Não se deveria e não se pode sair distribuindo diplomas e títulos sem preparar o mercado de trabalho primeiro e principalmente, mudar a cultura.

Hoje com a democratização do diploma temos uma verdadeira morte dos chamados empregados de ensino médio e técnico: auxiliar administrativo, assistentes, ajudantes, bancários para assuntos operacionais. Esses profissionais entravam ganhando em média de R$ 800 reais a R$ 1.300 reais mês.

Os que possuíam diplomas estavam em cargos de mais destaques e com salários melhores que variavam de R$ 1.800 a R$ 5.500 reais em média com mais responsabilidades e comprometidos em buscar os resultados esperados pelas organizações.

Quando vemos vagas hoje em um mercado de trabalho mais competitivo e cruel vemos que um Administrador, Economista, Engenheiro, etc estão se esbarrando e competindo para alcançar aquele posto que era do ensino médio e técnico. E somente o diploma não basta, é necessário uma segunda língua, e uma segunda língua apenas não basta é necessário uma experiência internacional.

E assim vão filtrando os processos até se chegar a uma cruel realidade: nada mudou!! Diplomar a todos não significa que você dará as mesmas oportunidades a todos igualmente. Os filtros nos processos de seleção servem exatamente para isso e de forma sútil sem que se caracterize descriminalização.

” Hoje o que vemos no país é um mercado de trabalho com rendas cada vez menores. A média de renda do trabalhador brasileiro despencou. Veja abaixo trecho de matéria da jornalista Camila Pati postada na Revista Exame de 09/07/2015:

Os salários estão em baixa. É o que revela pesquisa realizada pelo site de busca de emprego Adzuna com base na comparação entre remunerações oferecidas em vagas no mês de junho de 2015 e os valores que eram praticados em 2014.

O salário médio das vagas abertas para profissionais com diploma universitário, por exemplo, é de 2.347 reais. As empresas estão oferecendo 246 reais a menos em média do que em 2014.

Na amostra por cidades, a queda é maior em São Paulo (SP). Oportunidades profissionais em solo paulistano têm apresentado salários 20% menores em relação ao ano passado.

Em relação à área de trabalho, há, contudo, boas notícias. De acordo com o levantamento, salários oferecidos aos engenheiros aumentaram, embora ainda sejam valores muito abaixo do piso da categoria que é de 7.092 reais mensais para jornada diária de 8 horas. Além dos engenheiros, os advogados também viram suas remunerações aumentarem de 2014 pra cá.

Enquanto isso, profissionais (de nível médio) da construção civil e da indústria enfrentam reduções salariais de 47% e 35%, respectivamente.”

Link para a matéria: http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/salarios-despencam-em-2015-confira-medias-por-area-e-cidade

Essa pequena provocação nos chama para o debate e nos acende a luz amarela e muitos populistas oportunistas que não entendem de Brasil chamarão esse post de “elitista”, de “divisão de classes”, de “insensível”.  Vale o debate e a fase da nossa economia nos chama para isso com muita responsabilidade.

Se democratizou o diploma no Brasil sem fortalecer, preparar e qualificar o ensino fundamental e médio. Com isso temos profissionais cada vez mais pobres nos debates, em projetos, em cumprimento de metas, com salários medíocres e esvaziando a riqueza do país.

Mais uma política populista sem planejamento e com um mercado de trabalho cada vez pagando menos tentando diminuir custos e carga tributária.

Vamos planejar mais olhando o dia de amanhã e não apenas o discurso fácil e o voto certo. Essa fórmula já faliu!!

É preciso responsabilidade para com o Brasil!


Fonte: Artigos Administradores / A farra do diploma universitário x baixas rendas

Os comentários estão fechados.