A força dos hábitos e sua importância para a produtividade

A força dos hábitos e sua importância para a produtividade

Os hábitos são comportamentos que estão atrelados ao estilo de vida de cada um e têm a capacidade de mover os indivíduos

Os hábitos são comportamentos que estão atrelados ao estilo de vida de cada um e tem a capacidade de mover os indivíduos. Quantas vezes já ouvimos ou dissemos a expressão: é a “força do hábito” para justificar algum comportamento.

O historiador Will Durant uma vez resumiu a ideia de Aristóteles como: “Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um ato, mas um hábito. ”

Existem, portanto, comportamentos que nos levam ao encontro dos resultados e aqueles que não, que podemos considerar como os bons e maus hábitos. Uma vez que os bons hábitos nos aproximam dos nossos objetivos, os maus naturalmente nos afastam. Mas afinal, se é tão simples pensar assim, porque ainda nos deparamos frequentemente realizando os tais maus hábitos?

Segundo o psicólogo Antonio Carlos Amador Pereira, professor da PUC-SP, “os hábitos são comportamentos há bastante tempo instalados e que são repetidos sistematicamente, até sem pensar”. Pereira afirma ainda que os hábitos têm importância para economizar energia, ou seja, uma vez acostumado, o organismo passa gastar menos energia para executar a ação repetitiva e a guarda para outras situações.

Um estudo da Universidade de Harvard concluiu que, para tomar decisões e fazer as coisas de um jeito diferente, nosso cérebro gasta muito mais energia. Como nosso organismo precisa, antes de tudo, garantir nossa sobrevivência, é natural que nosso cérebro instintivamente procure bloquear esse escoamento de energia e leva-nos novamente à nossa zona de conforto, onde o desgaste é bem menor.

Portanto, a mudança de hábito é algo difícil e que exige planejamento, disciplina, força de vontade e principalmente constância. Um estudo feito pela University College London demonstrou que em média os participantes dessa pesquisa levaram 66 dias para atestar que as ações que cada um estava realizando durante o estudo tinham se tornado hábito.

Os bons hábitos são aqueles que levam as pessoas a se tornarem mais produtivas, pois pessoas que aplicam hábitos produtivos utilizam melhor os recursos e aumentam a capacidade de gerar resultados.

O palestrante Chico Buarque responsável pelo site www.olheforadacaixa.com em um de seus treinamentos sobre hábitos produtivos, traz um infográfico com algumas formas para a pessoa se tornar mais produtiva, das quais elenco algumas abaixo:

  • Planeje seu dia na noite anterior: Dedique pelo menos 15 minutos para organizar a agenda e planejar o dia seguinte. Liste todas as coisas que você precisa realmente fazer.
  • Tarefas de 2 minutos: Se algumas de suas tarefas levam menos de 2 minutos para serem realizadas faça-as sem ter que anotar na lista, pois não precisam ser planejadas.
  • Tenha sua lista de tarefas sempre a vista: Para não procrastinar, tenha sempre a vista a sua lista de tarefas do dia, para evitar dispersar.
  • Encontre seu próprio sistema: Existem diversos sistemas, aplicativos e ferramentas para produtividade, você precisará testar alguns para encontrar a que mais se adequa a sua rotina, não existe a certa, mas sim a que mais se adequa a você.
  • Defina suas prioridades: Quando procrastinamos é porque não estamos vendo sentido no que temos para fazer. Para eliminar isso defina quais são as prioridades na vida e porque está realizando aquela tarefa.
  • Acabe com as distrações: Facebook, Twitter, Whatsapp, Tv…etc, são coisas que acabam com a produtividade. Reserve um tempo para entrar nas redes sociais, por exemplo e foque no que realmente importa.
  • Aprenda com os melhores: Não precisa inventar a roda novamente. Encontre pessoas que são boas no que fazem em sua área de atuação e descubra como elas conseguem realizar suas tarefas e apenas replique a técnica.
  • Crie o hábito de ser uma pessoa produtiva: Existem milhares de conceitos, ideias, táticas e ferramentas sobre produtividade. Todas elas funcionam corretamente, se forem usadas de forma regular. Mas nenhuma dessas ferramentas sobrevive se você não criar o bom hábito de ser uma pessoa produtiva.

Como a mudança de hábito envolve um processo árduo, o ideal para se começar o processo de mudança é importante primeiro reconhecer quais são os hábitos que não estão trazendo os resultados esperados ou até mesmo impedindo o alcance dos objetivos.

Após realizar essa lista, comece a mudança de um hábito de cada vez, priorizando aqueles que você identifica que trarão maior resultado primeiro. Conforme o psicólogo inglês Jeremy Dean: “Lembre-se que a sua rotina inspira conforto e que é fácil querer voltar para ela. Então, o melhor é começar aos poucos, e à medida que for alcançando sucesso, é hora de inserir um novo hábito, até que ele consiga se estabelecer”. 

 Bons hábitos!


Fonte: Artigos Administradores / A força dos hábitos e sua importância para a produtividade

Os comentários estão fechados.