A história de superação de Amy Cuddy

A história de superação de Amy Cuddy

Imagine você ter que encarar seu maior medo assim, sem aviso prévio. Você está tranquilo em sua vida e, de repente, aquilo que você mais teme está na sua frente!

Imagine você ter que encarar seu maior medo assim, sem aviso prévio. Você está tranquilo em sua vida e, de repente, aquilo que você mais teme está na sua frente!

Com a Amy foi assim, lá estava ela, encarando aquelas três figuras, como se fossem criaturas saídas de um filme de terror. Ela foi pega de surpresa, aquele encontro foi inesperado.

E agora, sem nem ter tempo para pensar, ela precisava explicar em poucos segundos para três renomados professores porque ela merecia uma vaga de emprego em suas Universidades.

Imagina você ter que encarar uma entrevista de emprego assim, dentro de um elevador, de forma totalmente inesperada!

Pois foi exatamente isso o que aconteceu com Amy Cuddy.

E o resultado, como você já deve imaginar, foi um desastre. A ansiedade tomou conta de Amy, ela ficou nervosa, vermelha, as palavras não saiam, ela se perdeu nas ideias, e tudo aquilo que ela vinha preparando por quatro anos, foi por água abaixo.

Quando chegou no último andar, onde iam jantar, os três professores saíram de fininho e Amy se sentou no fundo do elevador, devastada.

O que ela pensou? Amy dizia a si mesma: “eu não mereço esses empregos, eu não pertenço a esse lugar! ”

Mas porque ela pensava assim? O que aconteceu para ela se achar um fracasso?

Então vamos voltar alguns anos no passado, quando Amy ainda estava no segundo ano de faculdade de psicologia.

O acidente

O que aconteceu naquela época mudou todo o rumo de sua vida.

Um acidente de carro com mais dois amigos fez com que Amy sofresse uma grave lesão em seu cérebro, o que fez com que ela levasse meses para se recuperar.

Quando estava ainda no hospital se recuperando, Amy ouviu dos médicos que nunca se recuperaria, que dificilmente conseguiria terminar a faculdade e que teria que se contentar com uma vida mais simples.

Essas palavras ecoaram em sua cabeça e ficaram gravadas em sua mente.

Um ano após o acidente Amy voltou para a Universidade e, com muitas dificuldades, conseguiu se formar quatro anos após o tempo normal e se tornar psicóloga.

Depois disso ela conseguiu entrar em um bom mestrado e passou a sonhar em trabalhar em uma grande universidade americana. Esse era seu grande objetivo.

Ao terminar seus quatro anos de estudos ela teria então que passar por uma série de apresentações e entrevistas com grandes professores para conseguir atingir seu sonho.

E foi justamente em sua primeira tentativa que ela passou por aquele grande vexame no elevador.

Logo após aquele episódio, Amy se lembrou do acidente, das dificuldades que enfrentou para chegar ali, e pensou que não merecia estar ali. Que já tinha ido longe demais, que era hora de desistir.

E foi o que ela disse para sua orientadora de mestrado, que estava ajudando a Amy com suas entrevistas.

“Isso aqui não é para mim, já fui longe demais, estou desistindo”.

Foi aí então que Amy aprendeu a maior lição de sua vida.

A superação

O que disse a orientadora?

“Não, Amy, você não vai desistir. Olha só o que você vai fazer. Você vai lá na frente daqueles professores e vai fingir, fingir que você é confiante, fingir que vai fazer a melhor entrevista de sua vida! Finja, até você conseguir! ”

No começo Amy ficou cética, mas ela tinha grande admiração por sua orientadora, então resolveu encarar o desafio, se imaginou uma pessoa confiante, tentou agir como se fosse a pessoa mais preparada do mundo para uma entrevista e deixou sua insegurança de lado.

Amy subiu em um palco e fez sua apresentação na frente de professores de todo o país. Ela se sentiu ansiosa e nervosa, mas conseguiu falar tudo o que vinha preparando nos últimos anos. Ela fingiu. Fingiu que estava confiante, fingiu estar preparada e deixou sua insegurança de lado.

Qual foi o resultado? O nervosismo a atrapalhou ou ela conseguiu se sair bem o suficiente? Ela conseguiu um emprego? O que você acha?

Muito mais do que se superar, Amy conseguiu um emprego em Harvard, Universidade mais prestigiada do mundo. Ela atingiu seu sonho, depois de tantas dificuldades.

Suas dificuldades não foram embora rapidamente. Em seu primeiro ano como professora Amy muitas vezes ainda pensava que não merecia estar ali, que ela estava enganando aquelas pessoas.

Mas logo ela superou, principalmente quando começou a lidar com estudantes que possuíam a mesma dificuldade que ela tinha.

Amy passou a ensinar as pessoas como enfrentar seus fantasmas, como superar seus medos e dificuldades.

“Não finja até conseguir, finja até se tornar aquilo que você quer ser! ” – Amy Cuddy.

E você?

Você já viveu alguma situação de dificuldade como a da Amy, onde se sentiu incapaz de realizar alguma atividade?

Já teve, como a Amy, algum obstáculo que te impediu de alcançar aquilo que você queria, por conta de uma dificuldade sua?

Já se sentiu como se não tivesse dado o seu melhor? E depois você fica com aquilo na cabeça por dias, repassando, como um filme, o que poderia ter feito de diferente… em situações como entrevista de emprego, encontro amoroso, apresentação na faculdade, falando em público, em uma discussão com alguém…

Eu era muito tímido e já passei inúmeras vezes por situações assim, na faculdade, no trabalho… Até descobrir técnicas muito parecidas com essas que a Amy usou e hoje ensina.

E você? Conte para mim se já passou por isso, como lidou, ou se você ainda precisa superar…

Gostou do artigo? Então cadastre-se gratuitamente em meu site para receber meus próximos artigos e vídeos sobre esse tema! Basta clicar no link que você será direcionado para uma página onde você colocará seu Nome e Email.

Um abraço e até nosso próximo encontro,

Alcides Maciel

 


Fonte: Artigos Administradores / A história de superação de Amy Cuddy

Os comentários estão fechados.