A história não pertence a quem a falseia. A história é de quem faz

A história não pertence a quem a falseia. A história é de quem faz

Parabéns aos brasileiros por mais esta demonstração de cidadania que ocorre no dia de hoje.

Dia 13 de março ainda não terminou, mas já entrou para a história do país.

 

De maneira espontânea, sem patrocínio de partidos políticos e suas respectivas linhas auxiliares, milhões de pessoas saíram às ruas em todo o Brasil para clamarem por um país livre de corrupção e do lulopetismo.

 

O dia de hoje entra para a história do Brasil não porque a oposição, as igrejas, as Forças Armadas, o empresariado, a imprensa e o setor financeiro querem que assim seja. O dia de hoje entra para a história porque o povo saiu às ruas e mostrou que o brasileiro não foge à luta.

 

Com chuva ou sol, a população brasileira percorreu quilômetros de distância, enfrentou congestionamentos, condução lotada e até atravessou pontes (caso das populações de Vitória e Vila Velha) para mostrar às forças ocultas que insistem em se apropriar do poder que este emana do povo e somente ao povo deve servir. 

 

Portanto, fica o recado para quem pensa que um país se governa com ilusões em detrimento dos princípios que regem a República Federativa do Brasil: a história não pertence a quem a falseia. A história é de quem faz. Logo, a história pertence ao povo brasileiro.

 

Para a classe política, fica o dever de aula de dar prosseguimento ao processo de impeachment de Dilma. Para a Lava Jato, fica o apoio da sociedade brasileira para Sérgio Moro e Cia prosseguirem com o combate à corrupção institucionalizada, não importando a qual partido corruptores e corrompidos pertençam. E aos brasileiros, fica o orgulho de sermos quem somos e a certeza de que o verdadeiro brasileiro não desiste nunca, tampouco pula do barco, foge do país ou se alia ao lado obscuro da força.

 

Um forte abraço a todos e fiquem com Deus! 


Fonte: Artigos Administradores / A história não pertence a quem a falseia. A história é de quem faz

Os comentários estão fechados.