A importância da confiança na economia

A importância da confiança na economia

Vivemos, atualmente, um período de grande desconfiança em âmbito político e, consequentemente econômico, prejudicando diversos negócios no país. Neste artigo, apresentamos algumas dicas de como o governo poderá recuperar a confiança de empresários, investidores e consumidores para o Brasil voltar a crescer

A sabedoria popular já nos diz que a confiança é difícil de adquirir e manter; uma vez perdida, quase impossível de recuperar. É dessa mesma forma que acontece na economia: quando se perde a confiança de empresários e consumidores, a recuperação de uma expectativa favorável em relação ao futo se torna uma difícil missão.

Os agentes econômicos brasileiros se encontram, atualmente, neste cenário de grande incerteza econômica aliada a um elevado grau de pessimismo em âmbito político: no lado do consumidor, o nível de pessimismo é o segundo maior desde 2001. No comércio, a confiança do empresariado atingiu, em julho, o menor índice da série iniciada em 2011. Já a confiança do setor de serviços atingiu o menor nível desde 2008.

Para a retomada da confiança, empreendedores e consumidores aguardam por sinalizações claras das políticas econômicas adotadas pelo governo, esperam por medidas previsíveis e por um comprometimento do governo em manter a inflação de preços sob controle e no centro da meta, além do governo se mostrar engajado em ter um orçamento equilibrado. Essa postura de comprometimento aliada a um planejamento é fundamental para o governo gerar o mínimo de confiança necessária para que a economia brasileira possa voltar aos trilhos.


Fonte: Artigos Administradores / A importância da confiança na economia

Os comentários estão fechados.