A importância da revisão fiscal externa nas empresas

A importância da revisão fiscal externa nas empresas

O peso que a complexidade da legislação brasileira traz para o resultado das empresas exige, por parte delas, um constante estudo e monitoramento das mudanças

Primeiro, deve ser observado que a carga tributária a que uma empresa esteja sujeita influência no preço de venda de sua mercadoria ou serviço. Por consequência, dependendo do preço praticado, a empresa será mais ou menos competitiva no mercado.

O contador da própria empresa ou o terceirizado é designado para fazer esse acompanhamento e aplicar a legislação no dia a dia, fazendo a apuração de impostos e contribuições como IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, ICMS, IPI, ISS, INSS, entre outros, bem como o cumprimento das obrigações acessórias (entrega de declarações).

Entretanto, devido a tantas tarefas, o contador dificilmente terá tempo para acompanhar todas as alterações tributárias que ocorrem quase que diariamente e muito menos para revisar os cinco últimos anos contábeis da empresa a fim de encontrar possíveis créditos decorrentes de pagamentos indevidos ou a maior.

Nesse contexto, surge a necessidade e a importância da revisão fiscal externa. Ela irá proporcionar à empresa certeza de que está pagando seus impostos e contribuições de forma correta, econômica, bem como fará a apuração dos créditos. Essa é uma ferramenta de suma importância na correta aplicação da legislação tributária, pois sempre busca, dentro dos parâmetros legais, economia tributária.

Assessoria de imprensa Studio Fiscal: Aline Fontão – imprensa@grupostudio.com.br


Fonte: Artigos Administradores / A importância da revisão fiscal externa nas empresas

Os comentários estão fechados.