A mudança

A mudança

A mudança que faz a mudança chaga muito rápido e pode nos surpreender se não estivermos atentos a elas.

O mundo passa por uma constante metamorfose, por mais que alguns não queiram admitir, isso é inegável, e a cada dia que passa nossos processos se tornam mais dinâmicos, aquilo que é top hoje, amanhã poderá ser chamado de obsoleto, o homem que é chamado de criativo em bem pouco tempo, se não inovar,pode tornar-se ultrapassado diante de tantas mudanças que acontecem no nosso planeta.

O conhecimento de hoje pode, amanhã, ser tratado como insignificante, por isso precisamos estar em constante aprendizado, não somente porque gostamos, mas porque o mundo corporativo exige.A nossa permanência no mercado de trabalho depende de quanto estamos aprendendo e como estamos usando aquilo que aprendemos.Não basta aprender. É necessário saber usar aquilo que aprendemos,seja teoricamente ou vivencialmente, seja tecnicamente ou por autoconhecimento.É indispensável que nosso modelo seja utilizado de forma correta paraque possamos colher os frutos do nosso conhecimento, pois sem ele é difícil evoluir, e sem uma estratégia pode ser desastroso.

Cabeças pensantes como Ford, Thomaz Edison Hokfeler, entre outros, nos dias de hoje pouco dormiriam diante da tantas inovações que acontecem.Elesforam os precursores de muitas mudanças que experimentamos hoje, tiveram uma visão de futuro e acreditaram nos seus projetos, não se abaterammesmo diante de poucos recursos tecnológicos.Lembrando que esses grandes homens não possuíam grandes títulos, mas eram possuidores de grandes ideais, trabalhavam e davam o melhor de si.

O processo degenerativo da mente vem acontecendo com o advento da Internet, levando a grande maioria à tão conhecida zona de conforto,que poderia ser denominada zona da acomodação, perdendo a vontade e o entusiasmo elimitando-se a procurar algo.

O homem moderno vem aos poucos se transformando naquele que pouco cria e muito se vale dos recursos disponíveis para executar suas tarefas. Tudo que vivemos pode ser chamado de oportunidade de fazer a diferença quando no fundo deixamos a oportunidade passar por falta de objetivo definido.

O cérebro humano é um músculo preguiçoso, se ele entender que algo está pronto em algum lugar pode desistir de desenvolver uma nova estratégia, pode até mesmo desistir de fazer algo que seria de grande valiapois, para isso, teria que gastar algumas horas de energia.

A criatividade está passando por uma metamorfose, os textos mostram o quanto os profissionais vem se limitando a encontrar arquivos disponíveis para organizar suas ideias ou seus trabalhos, levando uma grande maioria a perder a oportunidade de descobrir novos caminhos e atingir novos.


Fonte: Artigos Administradores / A mudança

Os comentários estão fechados.