A Torre de Babel e o preço do seu infoproduto

A Torre de Babel e o preço do seu infoproduto

Em maior ou em menor grau, todos nós já ouvimos falar da história da torre de Babel, presente no livro de Gênesis, capítulo 11.

Essa história remete a um tempo muito antigo, onde os babilônios resolveram construir uma torre imensamente alta que pudesse chegar ao céu; indignado com a capacidade dos homens em realizar grandes feitos, o texto relata que Deus desceu à Terra e embaralhou os idiomas das pessoas a fim de que elas perdessem a comunicação e não conseguissem atingir seu objetivo. “Vamos descer e que a língua deles comece a diferenciar­-se noutras línguas, de forma que uns não entendam os outros” (Gên 11: 6-7).

Sabemos que, assim como toda construção civil necessita de regras mínimas de alicerce para manter-se em pé, nossas atitudes demandam o mínimo de planejamento e coerência para o atingimento de bons resultados. Quando comparamos a construção da Torre de Babel à edificação de nosso negócio on-line, o estabelecimento de regras claras para o seu funcionamento é um mitigador dos erros existentes em qualquer negócio e capaz de evitar que os desconcertos no planejamento acabem por levá-lo à ruína.

Seria plenamente razoável considerarmos o preço de um infoproduto como uma dessas regras, que precisam ser claras e planejadas para evitar que o desequilíbrio na sua elaboração funcione como um fator destruidor de resultados. Desta forma, assim como a multiplicidade de línguas foi responsável por inviabilizar a construção da Torre na Babilônia, a falta de entendimento claro sobre as regras em torno do preço de seu infoproduto pode sucumbir seu projeto antes mesmo de fazê-lo chegar aos primeiros metros de altura.

Os preços são o código pelo qual uma empresa traduz o valor contido em seu produto, entretanto, os conceitos de preço e valor são muito diferentes. Na maioria das vezes, uma empresa logra êxito no planejamento de preços quando faz com que seu cliente constate o preço de um produto abaixo do valor percebido por ele. Em outras palavras, o valor precisa sempre superar o preço.

Para observar esses conceitos, existem dois caminhos, o primeiro é calcular um preço coerente (análise financeira) e o segundo é buscar formas de aumentar o valor do produto para o cliente (análise mercadológica).

Quando olhamos para o primeiro caminho, precisamos ter claro que o cálculo do preço precisa atingir dois objetivos básicos: 1) Pagar os custos e despesas e 2) gerar lucro. Entretanto, a diferenciação entre os custos e despesas variáveis daqueles que são fixos é fundamental para esse cálculo. Caso contrário, as mesmas confusões que assolaram os construtores da torre de Babel podem tanger a sustentabilidade do seu negócio.

Por fim, ao construir a torre do seu negócio on-line, não deixe de ter a consciência de que planejar um preço coerente para o seu infoproduto pode ser o diferencial entre alcançar o céu e sofrer a ruína, e acima de tudo, chegar ao céu de forma planejada, talvez, seja uma das poucas coisas que, definitivamente, não tem preço.


Fonte: Artigos Administradores / A Torre de Babel e o preço do seu infoproduto

Os comentários estão fechados.