Ações, opções, bolsa de valores: primeiros passos

Ações, opções, bolsa de valores: primeiros passos

Trajetória de investimento em ações e opções, dicas, estratégias e lições valiosas.

Olá!

Gosta de investir? Procura por algo que aumente sua renda? Quer garantir um futuro melhor ou simplesmente ter mais dinheiro para aproveitar o que há de bom?

Ótimo! Pensamos de maneira parecida.

Faço investimento em ações desde 2003. Tive bons lucros no período de 2003 à 2009. Pois é, sobrevivi à crise de 2008…

Mas… logo depois da crise, meu “plano de aposentadoria” parecia que “levaria uma vida” para atingir o nível necessário da tão sonhada liberdade financeira. Então tive uma idéia que parecia ser a “solução do problema”.

“Já sei! Vou ‘investir’ em opções!”

Já sabe, né!… Sim, “quebrei”. Toda a grana extra (aquela parcela “suada” que a gente guarda, deixando de fazer algo que gosta para algum dia fazer o que quiser) que tinha acumulado juntando tudo que conseguia guardar com os bons resultados de investimentos em ações, simplesmente, deixou de existir. Tive que “começar tudo do zero”…

Ainda estou aprendendo a investir em opções e ainda acredito que o caminho mais rápido é esse mesmo. Agora, até pela falta de uma reserva maior, meus “tombos” são pequenos. E isso eu aprendi de uma maneira ruim e gostaria de ajudar outras pessoas a evitar esse desgosto, esse é meu motivo para escrever este artigo que terá continuação no meu blog com mais dicas úteis e produtos que orientam a fazer investimentos em ações e opções.

As dicas serão todas gratuitas, basta acompanhas as postagens por lá! Já os produtos, quanto melhores, mais caros…

Neste artigo segue apenas a primeira dica (que você já deve ter lido, escutado, experimentado talvez):

#Dica# “Verifique os custos de compra e venda antes de realizar uma operação!”

Isso mesmo, para quem tem pouco para investir, os custos de compra e venda, quando não superam o resultado bruto da operação, deixam o lucro num valor tão baixo que até desanima.

Mas acredite, é possível ter resultados melhores que os de poupança, títulos e fundos de investimento mesmo com valores baixos (entre R$ 500,00 e R$ 1000,00).

Apenas como exemplo vou utilizar o valor das ações da Vale do Rio Doce (VALE5) no período de 26/Jan/2016 a 03/Mar/2016. Com uma estratégia de investimento simples baseada apenas no IFR (ou RSI) de 13 períodos seria possível fazer uma compra na abertura do dia 28/Jan* pelo valor de R$7,18 por ação (um lote de 100 ações) e uma venda no fechamento do dia 03/Mar** por R$10,96 por ação.

Os custos operacionais podem variar bastante de uma corretora para outra, vou considerar aqui o custo da corretora que uso atualmente que é de R$10,00 por ordem, ou seja, neste caso R$20,00 para a operação completa. Assim, o valor investido seria de R$718,00 (100 ações) + R$10,00 (custo da ordem de compra) = R$728,00(valor total do investimento) e o valor final na conta seria de R$1096,00(100 ações) – R$10,00(custo da ordem de venda) = R$1086,00(resultado final da operação). Ou seja, lucro líquido de R$358,00 o que significa 49,17% em um período de 34 dias.

*Gatilho da compra: no fechamento do dia 27/Jan o IFR13 volta a ficar acima da linha de 30%

**Gatilho de venda: no fechamento do dia 03/Mar o IFR13 ultrapassa a linha de 70%

NOTAS:

1) O lucro apresentado neste exemplo é atípico. Operações de 3% a.m. são possíveis e consideradas excelentes!

2) O custo operacional apresentado é um dos mais baixos do mercado e mesmo assim reduziu o lucro da operação em 2,75%.

3) No site da bolsa de valores é possível verificar os valores das cotações da ação utilizada como exemplo e configurar o gráfico para visualizar o indicador “índice de força relativa”, se quiser conferir os dados do exemplo citado.

No meu blog postarei novas dicas e algumas indicações de leitura. Fique atento!

Até mais.

Dúvidas? Mande e-mail, responderei o mais rápido possível.


Fonte: Artigos Administradores / Ações, opções, bolsa de valores: primeiros passos

Os comentários estão fechados.