Amizade

Amizade

O que acha de mudar sua rota de vida, e estabelecer novos vínculos de amizades verdadeiras? Fortalecer os vínculos existentes é um bom começo para driblar a realidade que torna as pessoas frias e calculistas diariamente.

O que dizer de uma geração com mais de cinco mil amigos nas redes sociais? Desde mais tenra idade criamos vínculos de amizade, crescemos com amigos, sentimo-nos bem com amigos. Mas serão assim os amigos tão importantes nas nossas vidas como sentimos? Estarmos com os amigos faz-nos realmente mais feliz?

Estar com amigos é uma forma privilegiada de socializar e a socialização, tal como Vygotsky afirma, é a base do desenvolvimento humano. Porém o que será de uma geração que pouco tempo tem para olhar nos olhos quem dirá estender as mãos para auxiliar o próximo? Como líder qual tem sido o seu papel nos seus vínculos de amizade? Qual a sua instrução? Qual é o seu exemplo? Se é que tem tempo para ler um artigo, pois a geração de hoje não tem tempo para nada, mas ai se o whatsapp, falasse! Ou se emitisse um relatório do tempo em que você passa nele. Todos nós sabemos que sem a socialização, não desenvolveríamos processos cognitivos superiores nem nos apropriaríamos devidamente da cultura. Ai, eu te pergunto que espécie de homens você está formando para o futuro?

Pesquisas nos mostram que durante a vida, acumulamos aproximadamente 400 amigos. Então parabéns, você bateu o Recorde com 1000 no face.  Em média vivemos rodeados por uns 30/40 amigos e em média apenas 6 são verdadeiros. Você tem ao menos um verdadeiro? Os adultos passam menos 10% de tempo com amigos do que adolescentes e crianças. E com a tecnologia?

Os amigos contribuem para a construção da própria identidade, das ideias e valores, sentimentos de pertença e objetivo. Estes são fundamentais na construção do nosso auto- conceito, visto que a ideia que temos de nós próprios é construída pelo contínuo reflexo que os outros nos transmitem. Paralelo a isso, com mais tempo na frente de um computador, ou de uma telinha de celular, qual será as consequências? Pessoa sem identidade própria presume. Sem valores e sentimentos, então uma das probabilidades da OMS está correta, em 2030 teremos um número avassalador de pessoas depressivas.  O que você fará trabalhando ao lado de alguém depressivo, morando com um depressivo? O que diz a sua realidade atual? Você é fator preponderante a ter mais amigos ou ser seu próprio inimigo?

Está comprovado que a companhia frequente de amigos reduz bastante o risco de depressão, a ansiedade, os sintomas degenerativos das demências. As pessoas que estão rodeadas de amigos possuem hábitos mais saudáveis, preocupam-se mais consigo próprias, possuem uma autoestima mais elevada, melhor bem-estar e até melhor sistema imunitário. O que será dos pobres humanos ambulantes virtuais que tropeçam em suas próprias sombras andando nas ruas?

As pessoas que se isolam sofrem até três vezes mais o risco de óbito prematuro. O cancro surge com menos frequência às pessoas que têm bons amigos. As pessoas solitárias possuem um risco de 5 a 10 vezes maior que serem hospitalizadas por distúrbio mental.  A sua liderança atual, está dentro dessas expectativas? Quantos amigos você tem em matéria física?

O que acha de mudar sua rota de vida, e estabelecer novos vínculos de amizades verdadeiras, fortalecer os vínculos existentes é um bom começo para driblar a realidade que tornam as pessoas frias e calculistas diariamente.  

 


Fonte: Artigos Administradores / Amizade

Os comentários estão fechados.