Análise Swot na Comunicação, pode?

Análise Swot na Comunicação, pode?

Muitos profissionais perdem grandes oportunidades por não saberem se comunicar. As soluções online são engessadas e chatas. Aqui vamos mostrar algumas ferramentas para transformar uma difícil apresentação em uma simples conversa!

Fala galera,

Você sabe o que é Análise Swot (leia-se suóti)?

Palavra difícil né? Na verdade é uma simples e poderosa ferramenta que pode auxiliar nosso caminho para simplificar a comunicação.

“Mas pera aí Diogo, isso não é uma ferramenta da administração? Isso vai me ajudar a falar pra mil pessoas?” Sim! Essa é a nossa primeira ferramenta útil, meu caro amigo.

A análise swot possui 4 tópicos (faz um quadrinho com quatro campos, ajuda!):

No primeiro você deve listar todas as suas forças, ou seja, tudo o que você tem de bom. Pode ser facilidade de entendimento, destreza na escrita, persuasão, domínio do vocabulário, raciocínio lógico, saber contar boas histórias ou até ser um contador de piadas! Esse tópico vai ser sua sustentação lá na frente, é por causa dessas características que você vai ter sucesso na sua apresentação, ou melhor, na sua conversa. Aprimorar cada um deles deve ser seu foco!

O segundo passo é chato, mas você precisa ser sincero consigo. Nesse tópico devemos listar nossas fraquezas. “Mas Diogo, se eu estou te seguindo é porque eu não sei falar oras”. Ok amigo, isso precisa estar no primeiro item da lista, mas vamos destrinchar melhor essas dificuldades. Algumas pessoas têm dificuldades com dicção (problemas na fala), outras com entonação da voz (volume), outras quando estão se apresentando suam muito (eu!), outras têm dificuldade de encaixar palavras, ou até algumas que falam demais, o famoso prolixo! Então meu amigo, esses são os pontos que precisam ser melhorados. Conhecer nossas fraquezas pode ser um grande passo para iniciarmos uma boa conversa. O foco é transformar esses pontos negativos em positivos!

Agora, no terceiro, devemos listar todas as oportunidades que poderemos encontrar. Lembre-se, a diferença entre forças e oportunidades é que a primeira podemos controlar e a segunda está fora do nosso controle. Assim, nesse tópico devemos listar todas as situações possíveis que possam nos beneficiar naquela apresentação. Por exemplo, a platéia pode estar animada e pronta para ouvir o que você tem a falar, ou ainda se interessam por assuntos relacionados ao seu tema. Ou a palestra anterior foi excelente e todos estão entusiasmados pela próxima. Podemos ainda listar situações não relacionadas ao público, como por exemplo o assunto que você vai dar está em alta nos jornais e televisão, ou ainda sua equipe teve um rendimento fenomenal naquela semana, e a apresentação será baseada nos excelentes resultados. Isso é bom, não compete a gente, mas devemos listar para nos dar maior tranquilidade.

O último passo é a parte desagradável que não podemos controlar. Sermos convidados para dar uma palestra para um público desacostumado com nosso tema, ou pouco interativo, ou ainda termos que fazer uma apresentação de resultados falhos, pegarmos uma gripe, resfriado ou doenças em geral também podem ser consideradas ameaças. Listar essas situações nos ajudam a planejar alternativas, conhecer o caminho espinhoso com antecedência pode te ajudar a atravessar essas dificuldades com mais facilidade.

Com esses 4 passos estamos mais pertos de transformar uma difícil apresentação numa simples conversa!

Até a próxima! ‪#‎vamosconversar‬


Fonte: Artigos Administradores / Análise Swot na Comunicação, pode?

2 Respostas para “Análise Swot na Comunicação, pode?”

  1. Diogo Machado

    Obrigado por compartilhar nosso conteúdo!

    Para mais dicas de comunicação acessem http://www.facebook.com.br/canalconversador

    Até a próxima!
    #vamosconversar

    Diogo

Os comentários estão fechados.