Aprovado projeto que abona falta no trabalho em caso de reuniões escolares de filhos

Aprovado projeto que abona falta no trabalho em caso de reuniões escolares de filhos

O objetivo, segundo o Senado, é incentivar a maior participação dos pais na educação dos filhos

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal aprovou, no início deste mês, um Projeto de Lei que permite que empregados faltem ao trabalho a cada seis meses para participar de reuniões escolares de filhos ou enteados.

O PLS 620/2011, de criação da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), também visa liberar trabalhadores por sete dias caso aconteça algum caso de doença ou deficiência em seus companheiros, pais, filhos ou cônjuge.

Segundo João Capiberibe (PSB-AP), relator do projeto, a presença dos pais em momentos como este é indispensável.

“Em tais circunstâncias, a presença deles garante a manutenção do vínculo familiar e transmite segurança aos filhos, oferecendo suporte emocional e o conforto psicológico indispensável a pronta recuperação da saúde e ao mais pleno desenvolvimento educacional”, explica.

Para o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) a presença dos pais nas escolas só beneficia a educação no país e melhora a relação escola/família.

“Todos vão falar que os empresários vão ser sacrificados. Coisa nenhuma. A ida desses pais à escola vai trazer uma vantagem tão grande para o Brasil inteiro pela educação das crianças que os empresários também se beneficiarão. E o Brasil inteiro. Educação ajuda não só os que são educados. Ajuda todos que moram no país ou até no mundo inteiro.”, disse o senador Cristovam Buarque (PDT- DF).

Em agosto deste ano você conferiu aqui no Administradores um projeto do senador Cristovam Buarque que obrigava os pais a comparecerem às reuniões escolares dos filhos pelo menos quatro vezes ao ano, sob multa de 3% a 10% do salário mínimo caso eles faltassem. Além disso, caso ultrapassassem o limite de ausências, os pais ou responsáveis seriam proibidos de prestar concurso público, receber remuneração de emprego público, fazer empréstimos em bancos estatais e até de tirar passaporte.


Fonte: Notícias Administradores / Aprovado projeto que abona falta no trabalho em caso de reuniões escolares de filhos

Os comentários estão fechados.