As 17 profissões mais estressantes

As 17 profissões mais estressantes

Situações estressantes existem em todas as profissões, mas algumas são mais intensas do que outras e se você não lida bem com a pressão o melhor é evitar essas carreiras

Você sabe lidar com o estresse e pressão? Se você é o tipo de pessoa que prefere evitar esse tipo de situação, o Business Insider adverte: é melhor aspirar uma carreira científica ou acadêmica em vez de algo na área de saúde ou legislativa.

Usando dados do Bureau of Labor Statics dos Estados Unidos e O*NET OnLine, o site ranqueou as profissões com maior nível de estresse, medindo o quão frequentemente os trabalhadores devem lidar com criticismo e driblar de forma eficaz situações estressantes.

Os dados se referem ao mercado americano. Mas, resguardadas pequenas diferenças, a situação não é muito diferente no Brasil.

Abaixo, confira as 17 profissões com maior nível de estresse, segundo levantamento:

1. Atendente de polícia, bombeiro e de ambulância
Nível de estresse: 98,5

2. Anestesista
Nível de estresse: 98,2

3. Operador de telemarketing
Nível de estresse: 98,2

4. Dançarino
Nível de estresse: 97

5. Obstetra e ginecologista
Nível de estresse: 96,5

6. Cirurgião
Nível de estresse: 96,2

7. Piloto, copiloto de avião e engenheiro de aviação
Nível de estresse: 95,2

8. Cuidador
Nível de estresse: 95

9. Flebotomista (coletor de amostras de sangue)
Nível de estresse: 95

10. Comentarista e colunista de TV ou jornal
Nível de estresse: 94,7

11. Diretor de creche e de pré-escola
Nível de estresse: 94,2

12. Conselheiro de saúde mental
Nível de estresse: 94,2

13. Supervisor de polícia e detetive
Nível de estresse: 94

14. Operador de processos industriais
Nível de estresse: 94

15. Médico clínico geral
Nível de estresse: 94

16. Oficiais de liberdade condicional e especialistas em tratamento correcional
Nível de estresse: 94

17. Diretor de empresa
Nível de estresse: 93,8


Fonte: Notícias Administradores / As 17 profissões mais estressantes

Os comentários estão fechados.