As armadilhas do Planejamento Estratégico

As armadilhas do Planejamento Estratégico

Venho trabalhando com esse tema a algum tempo, sempre ajudando as empresas a implementarem o Planejamento Estratégico. Muitas vezes as pessoas acham que apenas planejar é o suficiente para ter sucesso nesse processo, porém precisamos de muita disciplina para conseguir colocar tudo em prática. Abaixo algumas armadilhas que devem ter atenção:

Quem não é visto não é lembrado – O planejamento é um ser vivo dentro da empresa. Quem faz o planejamento e depois coloca dentro de uma gaveta não vai atingir nunca novos resultados, ficará na rotina fazendo somente a operação, apagando incêndio e tendo sempre os mesmos resultados. 

Planejar bem mas executar mal – uma coisa é construir o planejamento, outra é executar ele de maneira disciplinada conforme o planejado. Quando não há “tempo” para desenvolver as estratégias pois a rotina ou apagar incêndio estão tomando conta dos meus dias eu tenho tempo para executar, logo terei problemas nas evoluções e não atingirei novos resultados. 

Muito tempo na operação e pouco na gestão – Continuo falando das prioridades, claro que não digo que as pessoas precisam ficar somente na gestão de seus negócios, mas se não tirar um tempo para fazer a gestão novamente o planejamento fica para segundo plano e com certeza não evoluirá. 

Ter muitas estratégias no plano – um dos grandes erros no planejamento é querer fazer tudo ao mesmo tempo, a falta de priorização do que é mais relevante e que agreguem valores para as empresas é o que deve ser feito por primeiro. O ideal é que não queira fazer tudo ao mesmo tempo, priorize o que é mais relevante, lembrando o conceito de estratégia, não é o que faço com uma simples ação e sim precisa criar um grupo de trabalho, realizar reuniões sistemáticas para evolução e atingimento de novos resultados. 

Ausência de cultura estratégica –  A cultura estratégica vai permear a empresa vagarosamente, desde que as pessoas invistam nisso. Sempre comento da importância de “comunicar” o planejamento estratégico por todas as áreas, o planejamento precisa ser disseminado para criar um vínculo entre a gestão e a operação, ambos precisam saber da importância de seu trabalho para a empresa, caso contrário ficará muito pesado conduzir tudo sozinho. 

Falta de Monitoramento – Quem não mede onde pode chegar, qualquer lugar está bom. Não é assim que uma empresa cresce, não é deixando as metas abertas, mas sim metas desafiadoras, que precisam te tirar da zona de conforto para atingi-la. Muitas empresas não medem seus resultados e não sabem o quanto estão perdendo ou deixando de ganhar. 

Se com algumas dessas falhas já temos problemas, imagina sem planejamento nenhum. Estamos passando por um período de instabilidades onde as empresas não terão tempo para amadorismo, nem poder contar com a sorte, temos de profissionalizar a gestão para obtermos melhores resultados e o planejamento é o caminho mais consciente para atingir esses objetivos. 

Para reflexão…

– Como está o crescimento histórico de sua empresa?
– Quanto tempo você está na operação e quanto tempo está na gestão da empresa?
– 
Se você não tem tempo para gerir a empresa, quem está fazendo isso?
– Onde sua empresa estará daqui 5 anos?
– Como ter resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa?

Se em alguma dessas perguntas você ficou sem respostas, é um alerta para rever as estratégias de sua empresa… se leu esse artigo e quer experimentar aplicar em tua empresa, entre em contato que podemos agendar uma visita.

Grande abraço e sucesso…


Fonte: Artigos Administradores / As armadilhas do Planejamento Estratégico

Os comentários estão fechados.