Assumiu nova função logística? Veja 8 passos para você se dar bem

Assumiu nova função logística? Veja 8 passos para você se dar bem

Se você assumiu um novo cargo, uma outra função, assumiu um novo setor, foi contratado para atuar na área de logística, então você está passando por um processo de crescimento profissional! Mas e agora? o que fazer, quais a primeiras atitudes?

Vou mostrar neste artigo algumas ações que você não pode deixar de fazer. Você tem que tomar estas atitudes pelo simples motivo: SEM INFORMAÇÃO NÃO HÁ GESTÃO.

Você tem que saber o que está acontecendo na sua área. TUDO! Você tem que estabelecer um diagnóstico da situação atual para que possa planeja suas ações futuras. Além disso, você deve comparar os resultados alcançados com o diagnóstico inicial para mostrar seu valor.

Com o diagnóstico da situação atual da área, você terá conhecimento de pontos de melhorias. Tomará conhecimento de processos ainda sem controles, pessoas sem qualificação, equipamentos defasados, enfim, problemas diversos.

Então vamos às ações matadoras:

1 – Conheça as estratégias da organização

Conhecer a Missão, a Visão, os Valores, o Mapa Estratégico da empresa, bem como as estratégias que estão relacionadas à área de logística são delimitadores para suas ações e comportamentos.

Estes quatro primeiros tópicos estão relacionados às classificações do BSC – Balanced Scorecard. Está aí a necessidade da abordagem prioritária devido ao planejamento estratégico da empresa. Entretanto, não diminui o grau de importância dos tópicos seguintes.

2 – Conheça sua equipe

As empresas são constituídas de pessoas e você tem que conhecê-las.

Conhecer os cargos e funções desempenhados pelos funcionários, isto é, a divisão do trabalho e sistema de hierarquia te possibilita identificar pontos de melhoria. Existem casos de colaboradores sobrecarregados e outros já ociosos.

Além disso, você tem que saber qual é “O cara” ou “Os caras” da sua equipe. Quais são os profissionais de referência para os demais da equipe. Conhecê-los e saber orientá-los fará toda a diferença nos seus resultados logísticos.

Sua liderança poderá contribuir para que a equipe supere metas ou não!!! Penso nisso…

3 – Conheça seus clientes

Outro tópico importante! A razão da existência da empresa é o cliente, pois é ele quem gera as receitas, quem pagas as contas: água, luz, matéria-prima, equipamentos, salários, investimentos e etc.

Conhecer o mercado, as necessidades do cliente, a proposta de valor e o posicionamento da empresa, as políticas que a empresa possui e que são peças chaves para o negócio, são de extrema importância para a sobrevivência sua no cargo e da empresa no mercado.

Não vá vender geladeira para esquimó!!!rs

4 – Conheça os processos

Neste primeiro momento a recomendação é conhecer quais processos que você tem como responsabilidade e como são executados. Com o decorrer do tempo, você poderá modificá-los de acordo com o problema que deseja resolver.

Atenção neste caso! Pois tenho visto processos nas empresas que burocratizam ou que não são coerentes com a política da empresa. Criar e implantar processos não é tão simples como parece, pois cada um quer fazer do seu jeito…

Particularmente, penso que implantar novos processos é mais trabalhoso que criá-los. Pois a implantação envolve grupos de pessoas, não depende somente de si e, além disso, existe o fator da cultura organizacional que pode ir contra.

Isso é bem parecido como cobrar do filho para organizar o quarto…Nunca faz!!

5 – Conheça as finanças

Caso você tenha acesso e seja responsável pelas finanças, tome conhecimento do orçamento para sua área e como estão os gastos. A preocupação com os custos é diária no setor de logística, pois não se produz ou transforma mercadorias, mas “apenas” estoca e transporta (simples não??!!rs).

Em logística, manter o produto conservado é crucial.

Com o decorrer do tempo, deve-se monitorar os gastos para que sejam racionados, tais como: redução de retornos de entregas, viabilidade de rota, produtividade da mão-de-obra, avarias e produtos vencidos, despesas administrativas e dentre outras.

6 – Conheça seu estoque

Ao assumir o estoque, você deve de IMEDIATO realizar um inventário Geral.

Deve-se parar a operação e contar todo o estoque. Pois você não pode e não deve assumir possíveis divergência de estoque da gestão anterior.

A diretoria da empresa quer saber como está o patrimônio e os possíveis erros ou insucessos da gestão anterior não podem sobre cair sobre você!

7 – Conheça sua frota

Procure conhecer frota própria e terceirizada, caso a empresa trabalhe com uma das duas ou ambas. Identificar problemas e ataque-os, pois isto possibilitará a entrega da mercadoria aos clientes e, claro, a redução de custos de manutenção e logísticos.

Verifique seguros e manutenção dos veículos (corretiva, preventiva e preditiva), além disso, tome conhecimento do contratos de terceiros, pois o que constar nas cláusulas de contrato poderá afetar suas decisões.

8 – Conheça seus fornecedores

Procure tomar conhecimento do relacionamento da empresa com seus fornecedores: descontos, prazos, frequência, fidelidade/exclusividade, nível de serviço, restrições e dentre outras.

O relacionamento com fornecedores é de extrema importância, pois obter ótimos preços de compra pode garantir a rentabilidade do negócio. A entrega em prazos curtos podem reduzir os estoques mínimos.

Vale a pena entender e avaliar se a relação é ganha-ganha ou quais os riscos inerentes.

Por fim, lhe parabenizo pela conquista. Espero que você tenha sucesso em suas Práticas Logísticas!

Publicado originalmente em http://praticalogistica.com.br/artigos/assumi-nova-funcao-logistica-veja-8-passos-para-voce-se-dar-bem/


Fonte: Artigos Administradores / Assumiu nova função logística? Veja 8 passos para você se dar bem

Os comentários estão fechados.