Autoestima oferta assertividade e cooperação: Competências de sucesso!

Autoestima oferta assertividade e cooperação: Competências de sucesso!

A liberdade em cooperar vem da segurança de ser feliz em ser quem você é!

O que pode atrapalhar um profissional em um trabalho em equipe a gerar resultados compartilhados e envolver-se com vários profissionais e construir em conjunto, pode ser muito mais um baixa auto estima do que falta de consciência ou individualismo.

Um profissional que tem uma carência ou pouca segurança em relação a sua auto imagem e auto valor deseja ser aprovado o tempo todo, o que pode desgastar uma relação profissional tanto na equipe como com pares e clientes.

Para uma pessoa para colaborar e desenvolver um excelente trabalho em equipe é importante desenvolver confiança em aprender e saber que os resultados vêm da experiência, de abrir-se para aprender.

Quando alguém está bem consigo mesmo tem espaço para experimentar e se expor, mesmo sabendo que nem sempre o resultado será do jeito que se imagina.  Como consideramos na PNL Corporativa inexistem erros apenas resultados! 

Quando um profissional tem auto estima pode ouvir o feedback do outro,  sem achar que é uma crítica, há abertura para desenvolver-se e construir um plano com as informações externas e criar um curva de evolução. 

Outro ponto expressivo que fica muito presente nos profissionais com baixa auto estima é justificar o tempo todo, evitam ouvir algo que acham que tira o seu valor, sem perceber que na vida profissional podemos sim aprender e melhorar a cada entrega e ouvir o que é possível  aprimorar, para ter uma forma de viver bem e ter espaço para crescer.

A auto estima de um profissional pode estimular a colaboração de gestores, pares e colaboradores, pois a postura de abertura é muito motivadora e estimula a equipe em auxiliar o profissional no seu desenvolvimento e construção de uma carreira de sucesso.

Quando um gestor sabe que seu colaborador é aberto a desenvolver-se com frequência e abertura, há um comprometimento ou parceria, ambos crescem e se envolvem em uma evolução sinérgica.

Uma equipe coesa tem muito mais espaço para realizar e alcançar excelentes resultados.

Todos nós gostamos naturalmente de colaborar com o crescimento de outras pessoas quando estamos bem e crescendo também, criamos assim um trabalho em equipe com qualidade isso é o que muitos chamam de espirito de equipe ou time coeso, o que torna também o ambiente profissional muito mais agradável.

Para isso é fator decisivo ter uma auto estima equilibrada profissionalmente e equilíbrio para lidar com as variáveis, adversidades e oportunidades, a leitura de um cenário é muito mais transparente quando há serenidade interna.

Um profissional confiante do seu valor respeita outros profissionais e percebe o que acontece com mais sagacidade e senso de oportunidade, do que um profissional com baixa auto estima que pode perceber os demais profissionais como uma ameaça.

Percebo que na vida executiva a que a maioria dos profissionais que deixam de ter sucesso em suas carreiras tem um padrão de baixa auto estima, desmerecem ou supervalorizam o seu resultado. Há um desequilíbrio tanto para cima como para baixo.

Esse é um fator importante, o profissional com baixa auto estima pode tanto subir excessivamente a régua quanto diminuir excessivamente, muitos profissionais travam sua carreira por acharem que são melhores em demasia, há auto suficiência  que demonstra baixa auto estima.

Muitos têm desafios em equipe por criticar sempre o resultado do outro e demonstrar que ninguém é suficientemente bom para uma função ou para equipe, desmerecendo para se sentir merecedor.

Postura que é tão nociva quanto o profissional que tem insegurança para ousar ou colocar-se, novamente o desequilíbrio está nos extremos, sempre.

E para o ambiente profissional a baixa  auto estima traz mais danos do que ganhos e cada profissional que deseja ser o protagonista da sua história poderia investir mais em saber seu valor e seus valores para construir uma auto estima de equilíbrio e longevidade.


Fonte: Artigos Administradores / Autoestima oferta assertividade e cooperação: Competências de sucesso!

Os comentários estão fechados.