Boneco inflável de Lula é rasgado e provoca tumulto em São Paulo

Boneco inflável de Lula é rasgado e provoca tumulto em São Paulo

Após ser exibido na Ponte Estaiada, o “Pixuleko”, como foi apelidado, seguiu para o Viaduto do Chá onde um homem tentou danificá-lo

Nesta sexta-feira (26), o boneco inflável do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário circulou por São Paulo provocando confusão entre apoiadores e opositores do PT.

Após ser exibido na Ponte Estaiada, o “Pixuleko”, como foi apelidado, seguiu para o Viaduto do Chá onde um homem tentou danificá-lo. “Eu não sou obrigado a ver isso aí. Fosse um boneco de 5 cm do Alckmin, alguém dava um tiro em dois segundos”, afirmou o rapaz, que não quis se identificar.

Com isso, outros simpatizantes do governo Dilma foram até o local e discutiram com os opositores. Em meio a confusão, a estudante de direito Emanuele Tomaziel, 21, foi detida pela Guarda Civil por ter rasgado o boneco. De acordo com os guardas, o objetivo foi evitar que ela fosse agredida pelos manifestantes.

Ricardo Honorato, integrante do Movimento Brasil e responsável por ter levado o boneco ao protesto de 16 de agosto em Brasília, lamentou o ocorrido e afirmou que “Pixuleko” passará por um “check-up”. “Não é isso que vai nos impedir de ele viajar por todo o país, mesmo que a cada aparição ele tenha de ser consertado”, disse.

 


Fonte: Notícias Administradores / Boneco inflável de Lula é rasgado e provoca tumulto em São Paulo

Os comentários estão fechados.