Como abrir uma empresa?

Como abrir uma empresa?

Ajudaremos os empreendedores que desejam abrir um negócio duradouro no mercado

O sonho empreendedor finalmente bateu à sua porta. Chega de patrão, chega de bater o ponto, chega de esperar dia 5 chegar.

Você quer montar uma empresa? Ótimo. Mas o que fazer agora?

1. Equipe

A primeira coisa importante é saber com quem contar. Quem vai estar ao seu lado lutando nas fileiras? A equipe não consiste só de funcionários, mas também de sócios e investidores.

É importante também deixar muito claro o papel de cada um e quanto cada um vai receber, para que não haja briga ou dissidência lá na frente.

2. Produto/Serviço

A essa altura você já deve saber o que vai vender. Mas é importante colocá-los no planejamento. É uma boa hora de listar o que vai entrar para venda e o que vai ficar para um momento futuro.

As pequenas empresas, ávidas por negócios, tendem a querer fazer de tudo um pouco, o que enfraquece a qualidade dos produtos, fluxo de caixa e a marca da empresa.

3. O Plano de negócios

Não é à toa que todo mundo fala nele. O Plano de negócios é uma ferramenta valiosa para dar a direção que a empresa vai ter desde sua concepção. Mas ele não deve ser um documento estático e burocrático.

O Plano de negócios é uma bússola que aponta a direção e demonstra as regras do jogo, mas não deve ser uma bíblia sagrada que jamais pode ser alterada. Se o mercado, clientes ou a empresa mudam, o Plano de negócios também muda.

4. Marca (branding)

A marca da sua empresa é mais do que só o logotipo. A marca é a união do logotipo, design gráfico, uniformes, site, embalagens, linguagem dos anúncios, entre outras ferramentas.

Ninguém leva a sério uma empresa que tem um logotipo feio, site desatualizado e panfletos horríveis. Essas empresas podem ter seus clientes, mas eles só compram dessas empresas em último caso.

Você não está criando uma empresa para ser a xepa da feira, você está criando uma empresa para que ela seja muito próspera e reconhecida, certo?

5. Papelada

Cada pessoa tem uma certidão de nascimento que comprova “oficialmente” que ela existe e lhe dá o privilégio incrível de pagar impostos. É a mesma coisa para sua nova empresa.

Cuidar da burocracia e tributação deve ser a última coisa que você deve ter em mente desde sempre, já que é você que vai gerenciar o negócio, então relegue esta função à um escritório de contabilidade de sua confiança.

5. Grana

Toda magia tem um preço. E para começar a sua empresa você precisa ter alguma dessa magia para comprar equipamentos, estoque inicial, investir na marca, acelerar a gestão do negócio, entre outras coisas.

Tente não se endividar (muito) na concepção do negócio, antes que o plano esteja em curso e tudo pronto para acontecer. Gaste todo o dinheiro com inteligência e não com o ego. Não é hora de comprar uma poltrona de presidente, mas de aumentar a verba de propaganda.

7. Equipe de apoio

Existem funções chave que podem acelerar as coisas nesta fase de concepção ou mesmo ao longo da vida da sua empresa. O seu foco deve ser gerenciar a sua empresa, então terceirize tudo o que puder destas funções de apoio. São elas:

Coaching

O coach pode ajudar você e seus sócios a se organizarem para fazer as coisas acontecerem com o máximo de produtividade e segurança.

Consultoria

O consultor pode ajudar a desenhar junto com você o seu negócio e traçar planos de ação de marketing e gestão para acelerar os resultados.

Jurídico

O advogado pode redigir contratos e ajudar você a registrar patentes de produtos e soluções e/ou da sua marca.

Design gráfico

O designer pode criar artes gráficas mais bonitas e profissionais para anúncios, cartões de visita, panfletos, entre outras.

Desenvolvedor

O programador/webdesigner pode criar um site bonito e agradável para transmitir sua mensagem de maneira profissional e moderna, já causando uma boa impressão.

8. Plano de vendas

Seu Plano de negócios já traçou muitas informações e uma delas é o cliente que você pretende atingir. O processo agora é colocar esses possíveis clientes em um plano de ataque, ou Plano de vendas.

A equipe de vendas vai pôr este plano em marcha para atrair clientes para o seu negócio. Por esta razão ele é tão importante para garantir os resultados e concentrar os esforços de vendas, que devem ser aliados à sua marca.

9. Gestão inteligente

Sua empresa já está em movimento desde a concepção dela, justamente por isso ela precisa ser bem gerenciada desde o início. As pequenas empresas normalmente vão fazendo o que eu chamo de Gestão CAB, que nada mais é do que a Gestão Com A Barriga.

Esses empresários vão jogando a gestão de lado, sem muito critério e planejamento quase nulo. A curto prazo é uma tática que parece funcionar, mas só parece, pois os danos da má gestão são difíceis de serem corrigidos.

Você não precisa de muito dinheiro para administrar bem e manter a gestão inteligente, mas precisa de informação, organização e disciplina.

Concluindo

Parabéns por querer empreender, isso já é um feito incrível. Agora coloque tudo em um planejamento e depois coloque em prática.

O caminho pode ser tortuoso e difícil, mas certamente a recompensa valerá a pena.

O sucesso é a única possibilidade!


Fonte: Artigos Administradores / Como abrir uma empresa?

Os comentários estão fechados.