Como comprar um apartamento

Como comprar um apartamento

Se livrar do aluguel e ter a casa própria é o desejo de boa parte dos brasileiros, mas nem todo mundo sabe o que é preciso ou por onde começar o processo de compra do imóvel

Para evitar imprevistos, custos desnecessários e muitas outras dores de cabeça, separamos as principais dicas que você precisa para saber como comprar um apartamento.

Antes de mais nada: apartamento na planta, novo ou usado?

Cada um dos três apresenta vantagens e desvantagens, portanto, é necessário levar em conta qual fator é mais importante par você:

  • Os apartamentos comprados na planta tem a grande vantagem de oferecer preços geralmente mais acessíveis e maior flexibilidade de pagamento, já que você poderá diluir o valor da entrada durante o período de obras. Entretanto, é preciso esperar a obra ser concluída. O período entre o início da construção e a conclusão do empreendimento normalmente dura 3 anos.

  • Apartamentos novos costumam ter um preço um pouco mais elevado, mas apresentam um valor de condomínio menor e geralmente não necessitam de reformas ou outros gastos do gênero – o que também são vantagens dos apartamentos na planta.

  • Já os apartamentos usados têm um valor menor de compra, que acaba sendo compensado com o alto condomínio e os possíveis gastos com reformas devido ao desgaste do imóvel.

Escolha uma imobiliária ou construtora de credibilidade

A etapa mais importante na escolha de um imóvel com certeza é a pesquisa pela construtora. Conheça o histórico da empresa, seu portfólio de produtos entregues e a credibilidade no mercado. Experiência também é um fator a ser considerado, afinal, você não vai querer fechar negócio com uma construtora inexperiente, que ainda não teve tempo de se desenvolver e se aprimorar.

Avalie o apartamento de forma minuciosa

Não se encante de cara por aquele apartamento que parece ter sido tirado dos seus sonhos. Deixe o emocional de lado e seja bastante crítico. Verifique se serão necessárias reformas, se a localização é de fácil acesso e se a vizinhança é realmente boa.

Para isso, a dica é visitar a região várias vezes e em diferentes horários do dia. Procure por estabelecimentos de conveniência por perto, como farmácias e mercados, e faça um test drive do trajeto da futura casa para o trabalho.

De olho no financiamento

Os financiamentos são de grande ajuda na hora de comprar um apartamento quando não há a possibilidade de quitar o imóvel à vista. Apesar de ser uma boa opção, é preciso ficar de olho nas parcelas, no juro e até mesmo no próprio valor financiado para não acabar com gastos a mais do que o previsto. Atente, principalmente, aos 3 pontos abaixo:

  • O valor financiado deve ser o menor possível, tanto para diminuir o tempo de pagamento, que costuma ser de 30 a 35 anos, quanto para evitar o pagamento de juros.

  • Para não comprometer os custos de vida dos compradores, o valor da parcela não deve ser maior do que 30% da renda líquida

  • Contrate uma assessoria de crédito para auxiliar no processo de aprovação. Ela é fundamental nesta fase, pois vai cuidar de boa parte das burocracias. E por ser especialista no assunto, acaba ajudando a agilizar a aprovação do crédito.

FGTS para o financiamento de apartamento

Quem tem a carteira assinada por mais de 3 anos tem o direito de usufruir do FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – no financiamento imobiliário. Vale ressaltar que o período de trabalho pode ser em diferentes empresas e não precisa ser consecutivo.

O valor do Fundo de Garantia pode ser utilizado tanto para pagar a entrada do imóvel quanto para amortização ou pagamento das parcelas.

Esse post foi uma colaboração da equipe de redação da Tibério Construtora.


Fonte: Artigos Administradores / Como comprar um apartamento

Os comentários estão fechados.