Como encontrar bons conselheiros?

Como encontrar bons conselheiros?

Empresários de primeira viagem estão procurando qualquer partícula de feedback positivo, reforço e conselho, então mergulham no primeiro gesto de interesse

Era uma vez dois engenheiros PhD que não faziam ideia de como criar uma empresa. Tudo que eles sabiam fazer era programar. Eles estavam tão desesperados por dinheiro e por supervisão adulta que quando um empresário experiente mostrou interesse e ofereceu ajuda para arrecadar dinheiro, eles, em outras palavras, “o seguiram como um cachorro”.

Entretanto, este adulto não sabia muito sobre startups de tecnologia e fez com que eles cometessem muitos erros de fins legais e financeiros. Eles seguiram caminhos diferentes mas apenas depois que a situação se agravou e muito se gastou para se desfazer tais erros.

Esta não é uma história incomum, e é uma compreensível. Empresários de primeira viagem estão procurando qualquer partícula de feedback positivo, reforço e conselho, então eles mergulham no primeiro gesto de interesse. A demanda por supervisão adulta na forma de conselheiros, membros de diretoria e investidores excede muito a oferta, então você pode precisar se arriscar com pessoas que não foram testadas nestas funções. Se ninguém quiser dançar com você, a tentação é dançar com a primeira pessoa que lhe convidar.

Aqui está um teste para separar os candidatos dos impostores. Estas perguntas ajudarão a identificar bons conselheiros, membros de diretoria e investidores (se você se der o luxo de escolher investidores).

Que tipo de corporação devemos formar? A resposta que você está procurando é: “C corporação” considerando que o objetivo seja criar o próximo Google.
Em qual estado devemos incorporar? A resposta que você está procurando: “Delaware”
Seus investidores devem ser investidores qualificados? A resposta que você está procurando: “Sim”. A resposta que deve lhe assustar: “Não”.
Os dois fundadores devem dividir a empresa exatamente ao meio? A resposta que você está procurando: “Não, você deve colocar 25% para futuros funcionários e 35% para a primeira rodada de investimentos. Assim restam 40% para os fundadores dividirem entre si”.
Devemos vender as ações ordinárias ou as preferenciais aos investidores? A resposta que você está procurando: “Preferenciais”.
Todos os funcionários, incluindo os fundadores, passam pelo processo de aquisição? A resposta que você procura: “Sim, todos devem passar pelo processo porque você não quer que um dos fundadores deixe a empresa após alguns meses com uma percentagem significativa”.
Devemos pagar consultores com opções de ação? A resposta que você está procurando: “Não, opções de ação são para funcionários de longa duração, não consultores de curta duração. Se você não puder bancar consultores, faça o trabalho você mesmo”.
Podemos pegar um empréstimo bancário para começar nosso negócio? A resposta que você está procurando: considerando que é um negócio de tecnologia, “Não”. Negócios de tecnologia não possuem bens líquidos para utilizar como caução.
Devemos utilizar um banco de investimento, corretor, ou identificador para arrecadar o capital inicial? A resposta que você procura: “Não, investidores anjo e de capital de risco enxergam empresários de primeiro estágio que usam um banqueiro, corretor ou identificador como um sem noção”.
Como precisamos que nossas projeções de faturamento estejam em cinco anos para atrair investidores? A resposta que você procura: “Nenhum investidor acreditará neles de qualquer maneira, mas eles devem estar tão bem quanto os da empresa de sucesso mais comparavelmente próxima que tenha ido ao público”. E você também não quer dinheiro de investidores que acreditam em suas projeções, porque eles estão perdidos.
O quão grande deve ser nosso plano de negócios? A resposta que você está procurando: “Você não deve fazer um plano de negócios. Você deve conseguir consumidores”.
Há outra pessoa que você possa recomendar e que possa ser um bom conselheiro? A resposta que você está procurando: “Claro, meu conhecimento é estreito, mas vou lhe trazer uma lista de outras possibilidades”. A resposta que você não está procurando: “Não, você não precisa de mais ninguém; eu sei de tudo que você precisa saber”.
Você acha que precisamos realmente de um CEO? A resposta que você está procurando: “Talvez, algum dia. Mas agora provavelmente não. O que você realmente precisa agora é um excelente produto”.
Devemos usar um caça-talentos para recrutar pessoas? A resposta que você está procurando: “Não, nesse estágio, você não tem o dinheiro e não pode bancar as taxas de um caça-talentos com o pouco que tem”.
O que devemos dizer aos investidores quando eles perguntarem sobre o valor da empresa? A resposta que você está procurando: “Descubra o que três ou quatro investidores acham justo e então consiga mais impulso de mercado para elevá-lo”. Respostas erradas: “Coloque o preço lá em cima e negocie mais barato”. “Coloque o preço lá embaixo e negocie mais caro”.

Estas perguntas são relevantes para empresas americanas com ambições tipo Google, mas alguns tipos de pergunta também são adequados para outras circunstâncias. Fuja de quem quiser lhe aconselhar e que não consiga responder a maiores destas perguntas.

Conteúdo originalmente publicado no blog de Guy Kawasaki, cedido gentilmente ao Administradores.com


Fonte: Artigos Administradores / Como encontrar bons conselheiros?

Os comentários estão fechados.