Como fazer com que os seus pensamentos te ajudem a conseguir o que você quer

Como fazer com que os seus pensamentos te ajudem a conseguir o que você quer

Se comunicarmos algo a nossa mente com a devida frequência, intenção e clareza, livre de questionamentos, ela entenderá aquilo como verdadeiro e começará a processar os comandos para que o seu corpo se adeque a essa “realidade”

Reprograme o seu emocional.

É fato já dito por especialistas que se continuamente uma criança escuta que não é inteligente, ela começa a absorver este conceito e se torna realmente desprovida de inteligência. E o contrário, tem o mesmo poder, ou seja, uma criança que cresce escutando que é inteligente, esperta, educada, absorverá todas essas características como realmente sendo suas.

Pensando nisso, você consegue ter uma noção da dimensão que isso tem na nossa vida? Imagine o que estamos construindo para nós mesmos quando insistimos em pensamentos do tipo: “Isso nunca dará certo!”, “Eu nunca vou conseguir fazer!”, “Isso é muito difícil!”, “Nunca vou ganhar dinheiro mesmo!”, “Já tentei várias vezes emagrecer e sempre desisto!”.

Qual você acha que será o resultado em cada um destes casos?

Pode parecer conversinha boba de pessoa otimista que diz que temos que ter pensamentos positivos, emoções positivas, mas não é.

Para ajudar, vou lhe explicar outro mecanismo: nós possuímos um corpo físico denso, um físico energético, um emocional, um mental e um intuicional – do mais denso para o mais sutil, nesta ordem. O mais denso sempre eclipsa o mais sutil. Isso quer dizer que quando estivermos acometidos por uma emoção muito intensa, forte, jamais daremos ouvidos à razão. O mesmo acontece com a intuição, que sempre será encoberta enquanto insistirmos em usar a mente. Por isso que quando estamos emocionalmente envolvidos, nunca conseguimos enxergar claramente o que outras pessoas enxergam facilmente, porque estas últimas o fazem utilizando os óculos do mental e não do emocional.

Portanto, para conseguir fazermos as reprogramações que queremos, precisamos fazer com que o emocional “baixe a guarda”. Existem algumas formas de fazer isso:

  • A primeira delas é que com algum treino (muito, na verdade!) é possível isolar a emoção e enxergar o mundo através da razão e com isso utilizar este canal para interpretar os fatos e comunicar os comandos que você quiser. É como se você, com suficiente expansão da consciência, conseguisse escolher por qual canal quer interpretar o mundo. Esta forma exige certo grau de preparo e controle.

  • A segunda é através da manipulação das emoções. Pensamentos negativos sempre estão acompanhados de emoções negativas que são geradas em nós mesmos. Emoções que estão relacionadas a esses pensamentos, por exemplo, se penso: “Isso nunca dará certo comigo!”, trago emoções como frustração, medo, desânimo presentes. E lutar contra essas emoções simplesmente mudando os pensamentos pode ser desafiador, ajuda sim, mas há outro caminho, que é resignificar a situação, transformando numa emoção positiva. No mesmo exemplo: eu tenho medo de não dar certo e enxergo mais aquela tentativa como uma repetição do que já aconteceu. É preciso transformar o medo em oportunidade. Que tal ver desta forma? Eu tenho mais uma chance de fazer dar certo e vou usar tudo o que aprendi anteriormente para isso. Pergunte-se: “O que preciso fazer que ainda não fiz para ter um resultado diferente?”. Ao darmos um novo significado para a situação, trocamos também a emoção presente e aí conseguimos alimentar a nossa mente com pensamentos positivos, motivacionais, estimulantes.

  • A terceira forma é uma técnica de reprogramação emocional aplicada pessoalmente e que feita com regularidade promove grandes transformações. Ela primeiro faz exatamente o que disse anteriormente, promove uma baixa na guarda do emocional, o que permite que comandos bem claros, poderosos, precisos e eficientes possam ser dados, sem passar pelo filtro do emocional, conduzindo a profundas transformações e aprimoramento da performance individual e social.

Com estas formas é possível driblar a emoção e começar a construir pensamentos mais positivos que levarão às emoções também mais positivas. Como tudo, é preciso treino. No começo deixamos passar muita coisa e só percebemos depois, com a prática, este tipo de comportamento começa a acontecer com mais frequência. Sim! Comportamento! Pensar positivamente começa a se tornar automático, como todo comportamento. Pensar positivo torna-se um hábito agradavelmente benéfico.      

Publicado originalmente em http://www.euamanha.com/#!Como-fazer-meus-pensamentos-me-ajudarem-a-conseguir-o-que-quero/c1nni/55f17c000cf24af6ea3868e9


Fonte: Artigos Administradores / Como fazer com que os seus pensamentos te ajudem a conseguir o que você quer

Os comentários estão fechados.