Como melhorar nossa comunicação

Como melhorar nossa comunicação

Nunca antes nos falamos tanto, mas estamos nos comunicando com eficiência?

Estamos em 2016, século XXI. A humanidade nunca falou tanto como atualmente… Os meios de comunicação proporcionam as mais diversas formas de diálogos, no entanto, percebo que a comunicação está cada vez mais deficitária. 

Vou compartilhar uma experiência. Recentemente, fiz uma longa viagem para ministrar uma palestra. No retorno, um casal sentado atrás de mim, conversou a fio por longas 6 horas. Eles não pararam de falar um único minuto sequer, era algo “fora” do normal, e o que mais me deixou espantada foi que diversas vezes eles repetiam um assunto anteriormente discutido. Observei que a necessidade em simplesmente falar era tão grande, que eles não percebiam assuntos que já haviam sido abordados. Isso me causou muito reflexão e desde aquele dia venho ensaiando para escrever esse artigo.

Sabemos que os problemas de comunicação não são restritos a essa era. Por palavras e situações mal interpretadas já soubemos de muitas tragédias que ocorreram. Mas como é possível diante de tanta tecnologia e avanço continuarmos “reféns” da má comunicação?

Trabalhando com empresas e desenvolvimento de equipes, uma das principais queixas é: Falhas de comunicação. Tanto dos gestores em relação as equipes, quanto do operacional em relação a liderança.

A questão toda é: como você tem se comunicado?

A grande maioria das pessoas apenas escutam o interlocutor já na tentativa de oferecer um argumento, uma opinião ou simplesmente uma resposta diante de um assunto ou questionamento. Estamos preocupados em expor nossas ideias e não parecermos tolos ou ignorantes diante de um determinado assunto. Assim perdemos, ou sequer, desenvolvemos nossa maior habilidade de comunicação: ouvir na essência. 

Dale Carnegie, em seu livro “Como se tornar inesquecível”, escreve: “De todas as habilidades relativas à comunicação, ouvir com atenção pode fazer uma grande diferença nos seus relacionamentos. Entretanto, ouvir não é algo que a maioria das pessoas faça naturalmente. É necessário um certo esforço, principalmente quando se está aprendendo a se tornar um ouvinte eficaz”.

Nesse mesmo livro, o renomado autor aponta que a responsabilidade da comunicação não pode ser simplesmente atribuída a quem comunica, mas deve ser compartilhada com que está ouvindo a mensagem, ou seja, se desenvolvermos a habilidade de uma escuta empática, podemos evitar diversos atritos ocorridos devido a uma má comunicação, ou uma má interpretação.           

Mas por que nos comunicamos tão mal?

Avaliando os mais diversos atendimentos de coaching que já realizei, os trabalhos de desenvolvimento de equipes em empresas e os anos de experiência atuando em RH, é notável a necessidade do ser humano em ser aceito, e mais de ter a sua ideia aceita.

Assim, como é possível melhorar nossa comunicação?

Creio que existam alguns pequenos passos. Não se trata de uma receita mágica mas de ações que se colocadas em prática contribuem e muito para o desenvolvimento de uma comunicação mais clara e assertiva. 

1a Aprenda a ouvir na essência. 

Esse é o principal e provavelmente o mais difícil a se fazer. Ouvir na essência é uma habilidade que precisa ser desenvolvida. É colocar-se no lugar do outro, não para saber o que o individuo está querendo te falar mas sim, sentir o que essa pessoa está sentindo ao comunicar alguma informação. É a habilidade dos grandes mestres! 

2a Faça boas perguntas.

Ao invés de rapidamente emitir um parecer ou uma opinião diante de algum fato que foi exposto, pergunte sobre aquilo que ouviu. Certifique-se de que compreendeu realmente o que a pessoa está transmitindo para que dessa forma qualquer ruído seja eliminado.

3a Olhe nos olhos do comunicador.

Quando olhamos nos olhos de uma pessoa nos conectamos em profundidade, e isso nos ajuda a promover uma audição verdadeira. A expressão do olhar pode nos transmitir mensagens que nem sempre as palavras nos transmitem.

4a Observe os sinais do corpo.

Sabemos que nosso corpo se comunica através de gestos, ações e reações. Observe seu interlocutor. O que ele está dizendo pra você através dos sinais que a linguagem falada não está dizendo.

Esses são alguns passos muito simples mas que se forem colocados em prática poderão gerar resultados fantásticos em seu dia-a-dia, promovendo uma comunicação mais clara, mais assertiva, gerando conexões reais e promovendo resultados tanto para a pessoa que está comunicando quanto a pessoa que está recebendo a mensagem.

Ao aplicarmos essas dicas em treinamentos e atendimentos pessoais, percebemos que todos tem observado avanços em seus relacionamentos interpessoais, o que consequentemente geram melhores resultados em todas as áreas de suas vidas.

Tudo começa com o colocar-se no lugar do outro. A tão famosa regra de ouro usada para tantos negócios aqui mais uma vez, se aplicada resultará em ganhos para ambas as partes: “Não faça com o outro aquilo que não deseja que façam com você.”

 

           

 

           

 

 

           


Fonte: Artigos Administradores / Como melhorar nossa comunicação

Os comentários estão fechados.