Como montar um currículo sem ter experiência profissional

Como montar um currículo sem ter experiência profissional

Bons profissionais às vezes encontram dificuldades para elaborar um currículo e muitos são eliminados de seleções de emprego por erros básicos ou porque não souberam valorizar o seu trabalho

Para a maioria dos estudantes, uma as principais dúvidas é por onde começar a procurar um emprego. E porque não começar pelo básico? A elaboração de um bom currículo. Bons profissionais às vezes encontram dificuldades para elaborar um currículo e muitos são eliminados de seleções de emprego por erros básicos ou porque não souberam valorizar o seu trabalho.

Cada profissão tem suas particularidades. Nas áreas de Arquitetura e o Design de Interiores isso não é diferente. O currículo de um arquiteto ou designer deve, além de todas as informações básicas, conter principalmente um portfólio. Mas uma questão muito levantada por quem está começando a carreira é: como montar um bom currículo se quase não tenho experiência e estou saindo agora da faculdade? Veja algumas dicas que respondem essa e outras dúvidas do arquiteto e palestrante Glaucio Gonçalves.

Portfólio – Se ainda não tem um portfólio, esse é o primeiro passo. Separe os seus melhores trabalhos realizados durante a faculdade ou que desenvolveu em experiências de estágio. Não sinta vergonha dos seus trabalhos por serem ainda amadores, escolha aqueles que se orgulha mais. A melhor opção como vitrine é hospedar em uma plataforma online. Há uma infinidade de opções gratuitas na internet em que você pode montar um portfólio.

Informações básicas – Parece um assunto batido, mas muitas pessoas ainda erram nas informações mais básicas. Muitas vezes estamos mais preocupados em ser criativos e originais e erramos informações pessoais. Nome completo, endereço, idade e estado civil não podem faltar. Essas informações são importantes para o empregador, tanto quanto suas habilidades. Além de telefone e um e-mail de contato que transpareça um tom profissional. Ao salvar o documento, dê um nome de fácil localização. Minha sugestão é seu nome completo (resumido, se muito longo) acrescido da sigla CV, de Currículo Vitae.

Mantenha o currículo atualizado – Essa é uma premissa para qualquer profissão. Sempre deixe claro o ano em que terminou a graduação ou em qual período está cursando. Coloque a informação correta sobre a sua formação e não deixe espaço para o empregador ter dúvidas, isso pode fazer a diferença na seleção.

Experiência profissional – Nunca coloque o que nunca fez. Caso seja algo que gostaria, cite isso durante uma entrevista, mas não minta sobre sua experiência no currículo. Caso não tenha experiência na área, deixe claro o seu objetivo, que tipo de vaga procura, em qual área da profissão, para que o empregador tenha informações do seu perfil.

Qualificações profissionais – Aproveite o espaço para destacar os seus conhecimentos. Seja sincero e não invente nada, pois isso já demonstra a sua postura ética. Você não precisa ter habilidades em todas as áreas da profissão ou dominar todos os softwares de edição. Faça uma autoavalição e escolha quais habilidades prefere destacar. Coloque os idiomas que sabe falar, os cursos de formação complementar, os conhecimentos de informática, como Photoshop, AutoCAD, 3D Max, Pacote Office, Internet, sketchup e renders. Muitas atividades estão envolvidas com a área de Arquitetura e Design de Interiores, como vendas, gestão e administração, lidar com os clientes e fornecedores. Selecione suas melhores aptidões e as destaque.

Gláucio Gonçalves, há 21 anos no mercado, destaca-se por desenvolver projetos de arquitetura e design de interiores para áreas residenciais e comerciais. 


Fonte: Notícias Administradores / Como montar um currículo sem ter experiência profissional

Os comentários estão fechados.