Como mudar hábitos e comportamentos através do coaching

Como mudar hábitos e comportamentos através do coaching

Nesse artigo você vai aprender 7 passos simples para mudar hábitos e comportamentos limitantes por meio do processo de Coaching

Mudar hábitos indesejados não é nada fácil. Porém é possível. E para mudar esses comportamentos que nos impedem de avançar rumo a objetivos mais prósperos, o COACHING é uma poderosa ferramenta condutora da mudança de um estado atual para um estado desejado. Sendo mais claro: mudar ideias ou crenças limitantes, eis o lema do processo de COACHING. 

Todo hábito, crença ou ideia limitante começa, de forma inconsciente, em nossas mentes, através de um desejo ou busca por uma determinada sensação. Qualquer hábito tem uma intenção positiva. Por exemplo: por mais maléfico que seja o cigarro, há pessoas que fumam para aliviar o estresse, a tensão ou, simplesmente, para se reconectar consigo, o que configura uma intenção positiva por trás do hábito de fumar. 

E o que fazer para mudar comportamentos negativos?

Havendo a necessidade de mudança, a pessoa deve substituir o velho hábito por um novo que traga benefícios. Ao invés de fumar, é preferível que a pessoa pratique esportes ou qualquer outra atividade positiva e fortalecedora. 

Uma técnica interessante e que ajudará demasiado na mudança do comportamento negativo é uma técnica chamada PADRÃO SWISH (dar um sinal). Criada por Richard Bandler e John Grinder, e relatada no livro Using Your Brain – For a Change (1985) (Usando seu Cérebro – para uma Mudança), essa metodologia consiste em uma maneira de “dar um sinal” ao cérebro para retirá-lo de uma situação sem recursos para pensar, sentir e reagir às coisas e levá-lo a uma forma nova e melhorada de resposta, ou seja, O PADRÃO SWISH funciona como um gatilho, acionando o comportamento que desejamos. É uma técnica muito eficiente, tendo como segredo a utilização da velocidade e da repetição. No início, recomenda-se que sua execução seja feita devagar, para que os passo a passo seja feito corretamente. Entretanto, à medida que a pessoa se sinta mais confiante, há a aceleração do processo.

A partir de agora, VOCÊ vai poder mudar padrões indesejados de comportamento executando os seguintes passos do PADRÃO SWISH: 

1° passo – Especifique o comportamento indesejado: saiba exatamente qual é o comportamento que deseja mudar. 

2° passo – Crie a imagem pista: a imagem pista é justamente o comportamento a ser mudado. Por exemplo, quando a pessoa se sente desconfortada em falar em público, o ideal é mudar a sensação que causa o desconforto naquele momento. Para isso, a pessoa volta mentalmente em alguma situação em que sentiu desconforto ao falar para muitas pessoas. Pode ser uma situação lembrada ou imaginada. Depois, ela deve se associar à imagem – o que significa ver através dos próprios olhos, e voltar na experiência. É interessante também trabalhar o lado auditivo e cinestésico: sentir o que sentia e ouvir o que ouvia na sua experiência. 

3° passo – Crie a imagem do resultado desejado: agora, você deve criar uma imagem de como quer que a situação seja. Por exemplo, a pessoa imagina a si mesma fazendo uma bela apresentação, repleta de recursos, como confiança, coragem, fé, certeza e foco, enquanto fala em público. Faça isso de forma dissociada, ou seja, como se estivesse vendo um filme de si mesmo.

4° passo – Faça o teste ecológico: verifique se existe alguma parte sua que tenha alguma objeção sobre a nova imagem projetada. Tenha certeza de que não há nenhuma objeção por parte do inconsciente. 

5° passo – Prepare a montagem das duas imagens: visualize ambas as imagens lado a lado simultaneamente, sendo a imagem pista com muita cor, brilho e bem de perto e a imagem desejada em preto e branco e bem de longe. 

6° passo – Execução do SWISH: ao executar o SWISH, você deve dizer a palavra “swish” e visualizar a imagem pista perdendo a cor. Ao mesmo tempo, a imagem desejada ganha cores e se aproxima. Ao terminar cada execução do SWISH, apague as imagens de sua tela mental e repita o processo pelo menos cinco vezes, para obter uma maior eficiência do exercício. Lembre-se de que a eficiência da técnica está na repetição e velocidade.

7° passo – Faça o teste: veja a imagem pista. O que está acontecendo agora? Teste o comportamento criando a pista externa.

Assim que criar qualquer novo comportamento, você deve condicioná-lo para que ele se torne permanente. Você deve também associar prazer à nova mudança, presenteando a si mesmo. Desta forma, estará condicionando o seu cérebro a repetir o novo comportamento, associando prazer e reforçando-o.

Resumidamente, o que o processo de COACHING faz é ajudar as pessoas a criarem uma nova atitude, com novas opções de comportamento. Muitas pessoas querem mudar, no entanto poucas mudam. Aqueles que seguem firme no propósito de eliminar crenças limitantes adotam uma nova atitude e uma nova identidade. 

Sucesso e um forte abraço. Se gostou desse conteúdo, compartilhe com seus amigos. 


Fonte: Artigos Administradores / Como mudar hábitos e comportamentos através do coaching

Os comentários estão fechados.