Conteúdo torna remarketing mais efetivo

Conteúdo torna remarketing mais efetivo

A produção de conteúdo pode fazer o remarketing ficar mais barato e mais efetivo, trazendo bons resultados de médio e longo prazo para a empresa

A produção de conteúdo corporativo está em alta. Empresas de todos os tamanhos descobriram que é muito mais fácil e barato abordar e reter seus clientes com conteúdo relevante para seu público-alvo.

No entanto, é comum que o conteúdo seja visto como uma mera abordagem de venda direta ao cliente, algo que deva atraí-lo e levar a uma ação imediata. Muitas empresas se sentem inclinadas a abandonar a ação em poucos dias, não levando em consideração que os melhores resultados tendem a aparecer no médio e longo prazo.

Um exemplo de resultado de médio prazo que o conteúdo pode gerar está no remarketing. Num conceito mais amplo, podemos considerar como remarketing qualquer estratégia que exponha a empresa de volta ao cliente em qualquer meio, seja por buscador, rede social ou por lista de e-mail marketing. É o ato de expor seu produto a um usuário que já esteve interessado em algo que sua empresa pode oferecer.

É aí que entra a mágica do conteúdo. Um conteúdo bem produzido, bem escrito, de qualidade, tende a ser compartilhado em redes sociais, gerar visitas orgânicas (não-pagas) provenientes de buscadores para o site, além de servir como base para captação de e-mails e telefones através de formulários de contato.

Para entendermos como o remarketing funciona bem com conteúdo, vamos analisar dois casos em buscadores:

  1. O usuário visitou o site buscando algum produto específico da empresa. Não comprou. Os anúncios passam a aparecer onde quer que ele navegue pela web;
  2. O usuário visitou o site buscando a solução para um problema. (por exemplo, informações técnicas referentes a alguma nova lei, norma, etc.). O conteúdo traz as informações necessárias com um gancho para o produto da empresa que resolve seu problema específico. Depois de visitar o site, não deixa seu e-mail para receber newsletter, mas os anúncios dos produtos e serviços passam a aparecer para este usuário, com o produto que o ajuda a resolver seu problema.

É evidente que a primeira opção converte, mas para isso o cliente precisa já conhecer a empresa ou seu produto, pelo nome, de antemão. Sem contar que este pode estar pesquisando preços e opções e já ter contratado de algum concorrente.

Já o segundo tipo de usuário pode ser muito mais numeroso. Às vezes, ocorre de nem mesmo saber que tipo de produto ou solução precisa, mas geralmente sabe que tipo de problema deve ser resolvido. Gerando um número grande de visitas em sua página, o remarketing fica mais amplo e menos custoso, sem contar que a probabilidade de conversão de uma venda é grande. É bastante provável que o usuário se lembre de seu site, sua marca, e sinta-se inclinado a comprar de sua empresa, seguindo o conceito de marketing de permissão.

Para que tudo isso funcione, é importantíssimo prestar forte atenção às personas que se deseja atingir e às pautas. É importante manter o foco no público-alvo e não produzir conteúdo sobre assuntos que possam atrair visitantes aleatórios, não potencialmente interessados no produto da empresa.


Fonte: Artigos Administradores / Conteúdo torna remarketing mais efetivo

Os comentários estão fechados.