Deixe de ser consumista

Deixe de ser consumista

Programadas para gastar! – Assim são algumas pessoas que fazem do consumo sua principal fonte de felicidade. Longe de ser um prazer, nada mais é do que um transtorno emocional cujas consequências são avassaladoras.

Tem pessoas que parecem ter nascido programada para gastar. Estas pessoas geralmente não têm nenhum problema em ganhar dinheiro, mas muita dificuldade de conservá-lo. Impulsionados pelo marketing tendem a se tornarem vorazes consumidores de produtos de ultima geração.
Para alimentar o espírito consumista, o poder da mídia cria uma imagem de necessidade para os produtos mais supérfluos que existem, conferindo-lhes uma roupagem de utilidade e necessidade imediata, não é verdade?
 
Você não precisa mais do que aquilo que lhe satisfaz.
Para se criar uma sociedade consumista, a mídia tem que te convencer de que você só será feliz se for alguém que tem dinheiro para gastar. Você é aquilo que consome.
Nesta linha de pensamento, quanto mais o sujeito consome, mais cresce o seu conceito, conforto, status.
 
 
O que eles não mostram são os altos índices de pessoas que sofrem doenças psiquicas, transtornos, dependência de remédios ocasionadas pelo uso de antidepressivos e alta taxa de inadimplência justamente por causa de um volume crescente de compras sem nenhum critério de consumo.
 
Nesta corrida frenética para obter “um pouquinho mais” de conforto, as pessoas estão cada vez mais endividadas e acorrentadas às altas taxas de juros de cartões de crédito, cheques especiais e empréstimos, sem falar naqueles que vendem seu caráter se metendo em rolos, propinas, falcatruas e grilagens para se apropriarem do bem alheio, ou um caminho mais fácil para ganhar dinheiro por meio da malandragem e corrupção.
 
Se você quer experimentar uma prosperidade em sua vida financeira, precisa aprender a reduzir seu consumo e bancar seu padrão de vida dentro de sua capacidade administrativa alinhada à uma vida honesta.
O problema não está em querer ter o melhor, e sim obtê-lo por meios ilícitos, inescrupulosos, levianos, imorais e corruptos, e até mesmo sofrido. Sim, sofrido! Comprar sempre com juros altos, taxas exorbitantes, espremendo até mesmo o cardápio, simplesmente para adquirir um bem muitas vezes é altamente opressivo.
 
Vale a pena avaliar os impulsos e se esforçar por contê-los.
A mídia tem o poder de transformar desejos em necessidades urgentes. Isto significa que qualquer coisa que pense que precisa comprar, só o faça depois de refletir sobre sua real condição e implicações desta nova compra sobre o seu orçamento.
Este é o primeiro passo para começar uma reforma financeira que ao longo prazo poderá reverter seu quadro de consumista para próspero.
 
Acredite! 
Fazendo assim, você estará evitando longas noites sem dormir e promovendo o seu bolso para um nível mais elevado de prosperidade financeira.
 


Fonte: Artigos Administradores / Deixe de ser consumista

Os comentários estão fechados.