Depressão pós-férias, como evitar?

Depressão pós-férias, como evitar?

Saiba os sintomas e como evitar

Segundo pesquisa realizada pela International Stress Management Association no Brasil (Isma-BR), esse mal atinge 23% dos brasileiros. O estudo ouviu 540 profissionais de 25 a 60 anos de idade, com uma média de tempo de trabalho de 12 anos. Quanto mais tempo no mesmo emprego, maiores as chances de sofrer de depressão pós-férias.

– 93% das pessoas que sofrem de depressão pós-férias estão descontentes profissionalmente, por falta de perspectivas de ascensão profissional ou conflitos frequentes com colegas
– 68%, afirmou usar medicamentos
– 52% recorrem ao consumo de bebidas alcoólicas para aliviar esses sintomas

Os sintomas de depressão pós-férias podem ser:
– Dor muscular;
– Dor de cabeça;
– Insônia;
– Cansaço;
– Desânimo;
– Angústia;
– Ansiedade;
– Culpa;
– Raiva.
Esses sintomas podem surgir nas primeiras duas semanas de trabalho, sem ser indicação de depressão.

Como evitar:
– Tente dividir as férias em períodos menores, como 20 e 10 ou 15 e 15 dias. Ficar muito tempo sem tirar férias pode prejudicar a saúde e comprometer o seu desempenho na empresa;
– Volte de viagem alguns dias antes do fim das férias. Muitos profissionais já chegam sobrecarregados no primeiro dia de trabalho por enfrentar congestionamento e noite mal dormida no dia anterior;
– Repense sua carreira. A depressão pode estar ligada a alguma frustração, falta reconhecimento ou insatisfação. Como mostra a pesquisa. Descubra o que está incomodando;
– Se não está satisfeito com o seu emprego jogue-se ao mercado de trabalho. Atualize seu currículo, fique atento às oportunidades de emprego e saiba como chegar até elas. Na busca por um emprego, você precisa de um bom currículo e uma imagem pessoal e profissional;
– Organize suas tarefas por ordem de prioridade: não tente resolver tudo na primeira semana
– Evite longas jornadas de trabalho;

– Pratique algum exercício físico, quem sabe uma caminhada de 10-15 min?
– Tente encontrar novas motivações no seu trabalho e em outras áreas de sua vida.

Procure orientação médica, caso esses sintomas pressintam por mais de duas semanas.

Como tratar: O tratamento inclui antidepressivo para melhorar o sono e o humor, psicoterapia e praticas de estratégias de como gerenciar a rotina para que ela seja executada sem pressa e com menos intensidade. À medida que a pessoa melhora, ela tende a ver as situações de forma mais positiva.

Lembre-se, quando TUDO é prioridade, NADA é resultado. Defina o foco e realize com qualidade.

Organize-se e tenha um ótimo retorno!


Fonte: Artigos Administradores / Depressão pós-férias, como evitar?

Os comentários estão fechados.