Dicas para prolongar a vida útil dos pneus

Dicas para prolongar a vida útil dos pneus

Otimize a vida dos pneus. Dicas simples!

Trabalho numa revenda autorizada de pneus há 6 anos, de início passamos pelo setor estocagem e há 3 anos como gerente de loja. Nesse ínterim fizemos alguns cursos técnicos na área, que foi nos dando conhecimento técnico sobre pneumáticos. Contudo o que quero ressaltar é a vivência diária com pneus, essa nos concedeu experiência e conhecimento prático para estarmos repassando aos motoristas de nosso imenso país.

Hoje existe uma gama enorme de pneus e para uso nas diversas segmentações possíveis. Principalmente tratando de um país continental como o nosso com o clima diversificado que às vezes num mesmo dia temos a sensação de dois ou mais climas.

Ao oferecer nossos pneus aos clientes, procuramos saber qual é o uso/aplicação, traduzindo; qual terreno o motorista aplica ou irá aplicará seus pneus novos. Após essa informação orientamos qual será sua melhor opção de escolha para compra.

Às vezes pela preocupação de buscar o menor preço, levamos a opção não tão adequada para nosso dia-a-dia. Isso pode traduzir consequentemente em percas no custo/beneficio dessa compra mais a frente.

Faço acompanhamento dos pneus que vendemos e também com perguntas a clientes e usuários de outras marcas; e podemos afirmar que a variação média de quilometragem é de 35 mil a 50 mil rodagem com segurança. Sempre observando o índice limite de desgaste (uma marcação que existe em todos os pneus). Claro que temos alguns veículo SUV que rodam menos, pois tem características particulares devido a segurança, mas esses seriam a exceção da regra. Fazendo menor quilometragem que acima informamos, com certeza você não optou pelo pneus corretos ou mesmo teve algum problema no percurso.

Quero aqui trazer uma observação que fiz com os taxistas, motoristas profissionais que  tem imensa preocupação com pneus. A maioria dos taxistas passam no máximo dois a três anos com um veículo, sendo sua despesa maior é com combustível e pneus – alguns desses carros rodam diuturnamente. Nas análises feitas na chegada desses veículos na loja, observei que sempre estavam acima da média de rodagem, fazendo no mínimo 45 mil quilômetros, e em alguns casos até 60 mil quilômetros com um jogo de pneus.

Com isso segue alguns segredos simples, que qualquer usuário comum poderá fazer: alinhamento e balanceamento de  5 em 5 mil quilômetros, todos pensam que é de 10 e 10 mil quilômetros, mas sinceramente na maiorias das cidades do nosso país não temos estradas para esse período de tempo. Esse padrão é para estradas europeias. Detalhe; sempre fazer rodízio simples (dianteira para traseira) para otimizar o desgaste irregular, crucialmente de 5 em 5 mil quilômetros.

Sabemos quê, “a propaganda é a alma do négocio!”… no pneu é a calibragem correta! Nunca a mais, nem a menos… e criteriosamente toda semana. Uma dica é fazer a calibragem nos postos de combustíveis, pois uma boa parte dispõe de calibradores.

Outra dica importante é na troca dos pneus radias do seu carro, sempre colocar válvulas novas (pitos). Esses ressecam principalmente na base (aro) onde fica fixado, esse local sofre muita interpérie, ocasionando rachaduras e vazamentos.

Essas dicas se aplicadas sem dúvida dará um rendimento maior nos pneus. Mais a frente falaremos de pneus importados!


Fonte: Artigos Administradores / Dicas para prolongar a vida útil dos pneus

Os comentários estão fechados.