Drones e aviões juntos não costumava ser uma boa ideia

Drones e aviões juntos não costumava ser uma boa ideia

A empresa aérea Airbus já esta realizando os testes finais para utilização de VANTs no seu processo de inspeção visual por todos os aeroportos do mundo. No Brasil o trabalho está aos poucos sendo implantado em alguns aeroportos.

Todo piloto e sua equipe realizam habitualmente a chamada inspeção visual na aeronave antes de cada voo, que é parte essencial da aviação. Nesta inspeção são verificados minuciosamente se as superfícies dos comando estão desobstruídos, se não há detritos e outros objetos na fuselagem, entre outros pontos. Em aviões maiores, por mais automatizado que seja o seu sistema, sempre se faz necessária uma olhada rápida onde toda equipe inspeciona com calma toda a área externa.

Em uma aeronave A380 por exemplo, esse processo é bem complicado por causa do seu tamanho. Só a ponta da cauda fica a 24 metros de altura do chão. É necessário uma equipe formada por vários mecânicos munidos de plataformas móveis e outros aparatos. É um trabalho duro e manual que leva aproximadamente duas horas.

 

Observando este movimento uma empresa vem inovando nesta área unindo o prático ao tecnológico, tornando a união Drone/Avião muito mais segura, rápida e atraente. A Dron Drones Imagens Aéreas passou a utilizar drones fabricados especialmente para este trabalho na inspeção visual de aeronaves em aeroportos. Os VANTs utilizam rotas pré-programadas realizadas através de um aplicativo que é supervisionado por um operador treinado para esta função. O drone percorre toda a superfície do avião e são produzidas mais de 150 imagens com alta resolução, em um processo que leva 10 minutos. E o avião pode ser liberado logo em seguida. Segundo Márcio Régis Galvão, CEO da empresa, “depois que as imagens são descarregadas em um computador utilizamos um software especial da Microsoft que mapeia as imagens em um modelo 3D. Depois disso os especialistas da empresa contratante, verificam cada centímetro do exterior da aeronave, com a calma e a meticulosidade merecida.”, afirma o empresário.

A empresa aérea Airbus já esta realizando os testes finais para utilização de VANTs no seu processo de inspeção visual por todos os aeroportos do mundo. No Brasil o trabalho está aos poucos sendo implantado em alguns aeroportos. A ideia do empresário Márcio Régis Galvão que também é especialista em marketing é tentar diminuir o tempo que a aeronave permanece no pátio, agilizando processos e reduzindo sensivelmente o tempo de espera entre os voos.

Os viajantes agradecem!


Fonte: Artigos Administradores / Drones e aviões juntos não costumava ser uma boa ideia

Os comentários estão fechados.