Duas lições que Star Wars pode ensinar para sua vida pessoal e profissional

Duas lições que Star Wars pode ensinar para sua vida pessoal e profissional

Para quem conhece a história fica bastante evidente que os mestres quase sempre dão à entender que seus aprendizes não estão prontos, não importando o quanto estão treinados ou conhecedores do universo ao seu redor

Quem nunca assistiu pelo menos um trecho de um filme da saga Star Wars? Quase todas as pessoas que eu ou você conhecemos já viram pelo menos um pouquinho de algum dos filmes, mas independente de ter visto, de gostar ou não dos filmes ou da história, podemos tirar muitas lições para quem deseja empreender ou já empreende, seja intraempreendedor trabalhando como colaborador em organizações ou empreendendo seu próprio negócio. Dentre essas diversas lições, duas delas podem ajudar e muito, tanto no seu desenvolvimento pessoal, quanto na sua jornada profissional.

Como primeira lição, nessa clássica história que se desenrola no universo Star Wars, sempre que algum padawan (termo usado para aprendiz) precisa ou quer desenvolver alguma atividade que possa oferecer algum risco, o seu mestre acaba por dizer que o aprendiz ainda não está pronto, independente de realmente estar ou não isso ocorre diversas vezes em praticamente todos os filmes da saga. Um dos momentos em que isso fica muito claro é quando em um dos filmes o jovem Luke Skywalker interrompe seu treinamento para o enfrentamento direto com Darth Vader (o vilão), não ouvindo o conselho de seu mestre Jedi Yoda, que de imediato aconselha o jovem aprendiz a não ir para tal jornada, dizendo para Luke que ele ainda não está pronto para tal embate.

Para quem conhece a história fica bastante evidente que os mestres quase sempre dão à entender que seus aprendizes não estão prontos, não importando o quanto estão treinados ou conhecedores do universo ao seu redor, e mesmo que você não conheça, pode tirar a primeira lição importante desses acontecimentos dos filmes e da história: “Nunca estamos completamente prontos, nunca podemos nos considerar bons o suficiente à ponto de não precisarmos nos preparar mais ou adquirir mais conhecimento” A informação é fator determinante para o sucesso da sua jornada, principalmente nos dias de hoje, na chamada Era do Conhecimento onde a concorrência é sempre muito grande e a informação e o conhecimento literalmente valem muito dinheiro. Cada vez mais o mercado exige diferenciação dos demais para que ocorra o merecido destaque, e uma forma muito inteligente de conseguir essa diferenciação é adquirindo preparo, capacitação e conhecimento.

A segunda lição se refere à importância dos mais velhos como fonte de sabedoria e vivência. Na saga de Star Wars, normalmente os acontecimentos mais importantes que norteiam os destinos dos personagens têm a influência direta dos mestres Jedis, agindo como conselheiros e treinadores dos mais jovens, direcionando baseados nos seus conhecimentos da “força” as atitudes mais sábias à serem tomadas.  Um exemplo claro disso é a forte influência e frequente presença do mestre Yoda quase sempre que algo importante para a história está para acontecer, sendo ele um Mestre que liderou o Conselho Jedi por anos, um dos mais sábios e poderosos Jedi de todos os tempos e respeitado por todos ao seu redor.

Hoje em dia com a constante velocidade em que as coisas costumam acontecer, muitas vezes temos a tendência de desconsiderar a importância das pessoas mais velhas e mais vividas do que nós, muitas vezes sem paciência e interesse em ouvir o que elas têm a dizer, achando erroneamente que seu conhecimento já não se encaixa em toda essa dinâmica moderna. Porém, a partir do momento em que temos a consciência da importância e relevância do conhecimento adquirido durante muito tempo por tais pessoas, podemos de diversas formas melhorar processos presentes no nosso dia-a-dia, adquirir boas práticas baseadas no seu conhecimento e até mesmo gerar ideias inovadoras amparadas nas suas vivências.

Um “mestre Jedi” pode estar muito mais próximo do que imaginamos, e pode nos ajudar a evitar diversos problemas que possam vir a atrapalhar o andamento de nossos projetos e também ajudar a gerar ideias e soluções que nossos olhos não conseguem ver; visto que já passaram por diversas situações, podem servir como fonte riquíssima de informações, seja na hora de nos aconselhar em situações parecidas com as que já viveram, quanto no momento de analisar todos os ângulos de determinadas situações, pois normalmente são mais pacientes e mais atentos a alguns detalhes, que nos dias de hoje acabam passando despercebidos devido à pressa com que as coisas e as pessoas andam.

Independente da analogia ou da forma que você interpreta este artigo, não esqueça de que relevante mesmo, é respeitar e dar a importância que toda pessoa merece, principalmente aos mais velhos e experientes que você, pois todos podem contribuir e muito de alguma forma  na sua jornada.

May the force be with you!


Fonte: Artigos Administradores / Duas lições que Star Wars pode ensinar para sua vida pessoal e profissional

Os comentários estão fechados.