É preciso saber tomar decisões

É preciso saber tomar decisões

Em um mundo cada vez mais competitivo, saber tomar decisões na hora certa pode se tornar um diferencial na sua carreira

Nunca foi tão complexo tomar decisões, sejam elas pessoais ou profissionais. As coisas mudam a cada instante, a vida a cada momento nos coloca em situações que é inevitável a tomada de decisões.

Além disso, se observarmos, estamos sempre tendo que tomar alguma decisão na nossa vida. Seja onde vamos almoçar, que roupa vestir, qual curso vamos fazer, com quem vamos nos relacionar.

Quando se vai tomar uma decisão, geralmente se leva em consideração algumas variáveis, um pouco de intuição, quais os números disponíveis na empresa, entre outros fatores como complexidade, incertezas, objetivos pessoais múltiplos, diferentes pontos de vista, etc. Mesmo assim, com várias informações disponíveis tomar decisões continua a provocar uma certa angustia ao seu tomador.

Mas por que tomar decisões causam angustia? A resposta pode ser bem simples. Temos medo de assumir a responsabilidade pela decisão, encarar as reações raivosas, aceitar os efeitos imprevistos, arcar com as consequências. Se pensarmos bem, tomar uma decisão é relativamente fácil e simples, o difícil é lidar com o que vem depois.

O importante no momento de tomar uma decisão é fazer uma análise de vários fatores, afinal “a pressa é inimiga da decisão”. Além disso, é preciso muito autoconhecimento, controle mental e estabilidade emocional.

Em um processo decisório é extremamente difícil ser exclusivamente racional, isso vai depender do tipo de decisão, do que está em jogo e quais as consequências dessa decisão.

Outro detalhe importante é que tomar decisões fica mais fácil a cada decisão tomada. Isso porque tomar decisões é uma questão de hábito. No entanto, podemos ser ótimos nas escolhas profissionais de trabalho e negócios, mas enfrentarmos imensas dificuldades em tomar decisões pessoais.

Alguns especialistas dizem que a ansiedade é positiva no processo decisório, mantém o corpo e a mente em estado de alerta e eleva a qualidade das decisões. Além disso, quando estamos tomando decisões relacionadas a dinheiro, geralmente somos mais racionais e focamos menos nas pessoas.

Mas o que fazer então para melhorar a tomada de decisões? A seguir vamos ver algumas dicas que podem ajudar nesse processo:

1º Esteja sempre bem informado: Mantenha-se sempre bem informado e atualizado sobre todas as questões que envolvem a decisão que você tem a tomar.

2º Não tome decisões sozinho: Dê ouvidos a outras pessoas e escute as suas opiniões, mesmo que contrárias as suas. Esse exercício de humildade pode trazer novas perspectivas e informações.

3º Evite sempre olhar para o passado: decisões tomadas a 5 anos atrás podem não mais ser a melhor escolha para a situação atual. As situações do passado podem ser no máximo parecidas com a atual.

4º Não tenha medo de errar: Nunca tomamos uma decisão pensando em errar, sempre fazemos tudo para acertar. Contudo, errar faz parte da vida, não podemos nos punir e nem punir quem erra ao tomar uma decisão.

5º Mantenha-se atento: É necessário conhecer os enganos e erros possíveis que podem acontecer durante o processo de decisão e reconhecer aqueles que se está mais exposto.

6º Assuma o comando: Embora ouvir outras pessoas seja fundamental para ajudar nas suas escolhas, não se deve fugir de suas responsabilidades e se a última palavra for sua, assuma-a.

7º Evite o “jeitinho”: Por falta de planejamento, o brasileiro de forma geral acaba por tomar decisões de forma improvisada (não a toa somos reconhecidos pela nossa criatividade). No entanto, é importante não confiar sempre no famoso “jeitinho brasileiro”, nem sempre pode ser o mais correto e ético. Além disso, pode trazer um resultado que não se espera a médio e longo prazo.

Como vimos, tomar decisões não é um processo fácil, mas pode ser melhorado com alguns cuidados. Decidir é uma questão de organização e disciplina, portanto, tomar decisões é para os fortes.


Fonte: Artigos Administradores / É preciso saber tomar decisões

Os comentários estão fechados.