Em momentos de crise… Proteja-se das pessoas negativas

Em momentos de crise… Proteja-se das pessoas negativas

Pessoas negativas tem o poder de tornar as crises piores que já são. Fuja delas

Há pessoas tóxicas. Isso mesmo! Pelo menos é o que a psicoterapeuta Lucy Beresford defende em seu livro Como se libertar das relações tóxicas (2014). Segundo a autora, algumas pessoas são capazes de “infectar emocionalmente os outros”. A presença delas em um ambiente provoca reação negativa nos demais, alterando comportamentos. De certo modo, todos nós já vivemos isso na prática. Uma pessoa chega e despeja sobre nós uma série de frases negativas, distribui prognósticos ruins e abusa no uso de comentários destrutivos. E, sem perceber, todos, de certo modo, acabam sendo afetados, alguns mais e outros menos. Os mais frágeis, emocionalmente falando, são afetados com mais intensidade e acabam se infectando com o negativismo. Daí o perigo de conviver com pessoas negativas.

Em momentos de crise, o negativismo se espalha pela sociedade. E as pessoas que já são pessimistas em sua forma de ver o mundo se tornam verdadeiros porta-vozes do negativismo. De cada dez palavras, nove são negativas. E, das nove, ouve-se repetidamente a palavra crise. Essas pessoas começam uma conversa falando sobre crise. Falam de como a crise é destruidora, dão os piores prognósticos possíveis sobre a crise e acabam infectando muita gente com esse negativismo. Para essas pessoas não há esperança, não adianta fazer nada e a crise só vai piorar. A toxina que essas pessoas liberam acaba contagiando muita gente e uma das poucas maneiras de lidar com pessoas assim é proteger-se delas. Em geral, não adianta confrontá-las com a esperança ou prognósticos positivos, pois são pessoas fechadas ou extremamente duras. Então, resta-nos proteger-nos para não sermos infectados por elas e acabarmos nos tornando negativos também.

Essa proteção é necessária principalmente para quem já tem um perfil emocional propenso ao negativismo. Mas até para os mais fortes, vale a pena proteger-se também. As pessoas negativas não podem ocupar tribunas ou receber um microfone em suas mãos. A leitura de seus artigos é perigosa e uma conversa demorada pode ser uma exposição fatal para alguns. Em momentos de crise, precisamos de ânimo, esperança, estratégia e garra para lutar. Já sabemos a gravidade da situação e acentuar isso não ajuda em nada, pelo contrário, traz desânimo ao coração.

Em vez de pessoas negativas, precisamos de gente que traga uma palavra positiva, mostrando que podemos sair da crise e inaugurar um tempo novo. Sabemos que dará trabalho. Sabemos que teremos que nos sacrificar. A consciência de que as coisas estão difíceis já é nossa. Agora é momento de seguir em frente, com fé, esperança e trabalho. As pessoas negativas não podem ser o parâmetro para encararmos a crise. Precisamos de pessoas que nos ajudem a superar as crises e não a morrermos em meio às crises. Por isso, proteja-se. Cuidado para não ser infectado com o desânimo dos que já desistiram. Prefira ao seu lado gente que está cheia de ânimo para lutar e preparada para encarar a luta decorrente do enfrentamento da crise. E, melhor do que isso: levante-se como uma pessoa de esperança. Creia. Desafie os outros a lutar. Seja um agente de transformação, de confiança, de fé. Infecte os outros com palavras de ânimo e que façam da crise um meio para chegar a lugares e experiências melhores.


Fonte: Artigos Administradores / Em momentos de crise… Proteja-se das pessoas negativas

Os comentários estão fechados.