Empreendedorismo: reduzindo custo com manutenção através de permutas

Empreendedorismo: reduzindo custo com manutenção através de permutas

Solução e economia: na busca por serviços e produtos necessários para conservação, diante do cenário econômico do país

Para que uma empresa permaneça em ascensão no mercado, principalmente em meio à crise econômica, é necessário que haja uma manutenção, tanto estrutural como funcional. Pois o que garante a eficiência de um negócio, – independente do ramo ou setor – é a conservação da atividade e evolução na prestação de serviço ou produto.

Neste cenário econômico atual, muitos empresários devem estar reavaliando o desempenho das suas companhias, buscando planejamento ou ações de “manutenção corretiva”, que vêem para corrigir falhas ou desempenho menor do que o esperado. Pois, para alcançar lucro e sobrevida em meio à concorrência do mercado e a queda de movimento, é necessário reagir e buscar soluções que agreguem e revertam as más notícias em boas.

Conformar-se realmente não é o melhor remédio! O mais indicado é reagir, manter ou ainda melhorar a atuação no mercado, para não ser engolido pela crise. Por exemplo, uma empresa de call center que enfrenta um momento de muitas reclamações quanto ao comportamento de seus operadores no atendimento a clientes. Para manter o bom nome no mercado será necessário um treinamento, com profissional terceirizado ou curso, para que seus funcionários atendam as expectativas do negócio.

Já outra empresa do setor administrativo que percebe uma baixa na sua produção e o quanto o serviço de seus profissionais estão menos efetivos, por causa das constantes quebras dos equipamentos de informática. Para não perder tempo – já que, como diz o ditado “tempo é dinheiro”, precisará de uma renovação de aparelhamento e até mesmo de um novo projeto de tecnologia.

Mas, tem também a “manutenção corretiva planejada”, onde as companhias buscam uma atualização antes mesmo que se torne uma urgência. Todas as corporações deveriam trabalhar de forma planejada, buscando a manutenção predial, funcional ou administrativa antes mesmo de uma crise. Por exemplo, não dá para esperar que a fiação velha de um prédio provoque um incêndio e destrua todo estoque de produto, é necessário chamar profissionais que entendam de eletricidade e façam a reforma necessária, trocando e colocando em operação cabeamentos e circuitos novos. Um acidente interno só pioraria o panorama econômico externo, que já não é muito animador!

E como o momento não é para gastos em dinheiro, já que nem sempre há uma grande reserva, para fazer as manutenções necessárias e não sofrer perdas em meio à crise, as companhias estão optando por realizar conservação através de permuta multilateral. Neste tipo de negócio os empreendedores disponibilizam na empresa de permuta, que funciona como um banco de crédito, produtos ou serviços ociosos, com foco em trocá-los por créditos de Unidades de Permuta (UPs). Com este crédito, podem escolher entre os itens disponibilizados na rede, como profissionais de treinamentos corporativos, tecnologia e informática, eletricistas, telefonia, arquitetura, empreiteiros, técnicos em geral, entre outros. Além de produtos diversos necessários em diferentes tipos de manutenção.

Com certeza fica menos oneroso adquirir uma manutenção inteira ou mesmo parte dela em uma rede de permuta, onde a compra é parecida a uma obtenção com cartão de crédito, débito ou dinheiro, não demora, tem prazo de entrega, garantia e, se necessário, manutenção e assistência técnica. O importante é ter sobrevida em meio à crise e fazer com que a manutenção contribua efetivamente para o sucesso da organização.

Alessandro CandianiPresidente da Permute (http://www.permute.com.br).


Fonte: Notícias Administradores / Empreendedorismo: reduzindo custo com manutenção através de permutas

Os comentários estão fechados.