Empreendedorismo: uma alternativa à crise

Empreendedorismo: uma alternativa à crise

Uma das grandes capacidades do ser humano é o seu poder de adaptação. Em todos os movimentos que a sociedade faz, é preciso notar que a adaptação sempre esteve presente. Nas grandes transições históricas, como guerras, por exemplo, a sociedade se adaptou, consequentemente as pessoas precisaram se adaptar. Estamos passando por uma transição. E por isso, a sociedade, você, precisa se adaptar. Os mais fortes se adaptam e sobrevivem. Se você é um dos que querem se adaptar, continue a leitura. Caso contrário, não o leia

Uma das grandes capacidades do ser humano é o seu poder de adaptação. Em todos os movimentos que a sociedade faz, é preciso notar que a adaptação sempre esteve presente. Nas grandes transições históricas, como guerras, por exemplo, a sociedade se adaptou, consequentemente as pessoas precisaram se adaptar.

Estamos passando por uma transição. E por isso, a sociedade, você, precisa se adaptar. Os mais fortes se adaptam e sobrevivem.

Se você é um dos que querem se adaptar, continue a leitura. Caso contrário, não o leia.

A taxa de de Empreendedorismo cresceu muito nos últimos anos, especialmente por conta da crise (fonte). A crise está trazendo transformações, é como um trem que está lotado, desgovernado, chacoalhando tudo e todos nos vagões.

Essas transformações têm tirado muita gente da zona de conforto. Há alguns dias falei dos tipos de empreendedores, e neste momento de transformação um deles se tornou mais popular, são os empreendedores por necessidade.

Algumas pessoas tiveram um comportamento mais passivo, acreditando que a crise seria muito breve, e que enquanto isso, usufruiriam do seu seguro-desemprego e dos recursos do fundo de garantia. O tempo foi passando, os recursos foram acabando e a crise do indivíduo [que é a mais perigosa] foi se instalando.

É exatamente neste momento que você deve lançar uma reflexão, um olhar interior, e começar algo que realmente não te coloque em condição passiva. Como diria Raul Seixas em sua belíssima canção Ouro de Tolo, “sentado num trono de um apartamento com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar”. É assim que você quer viver?

O desenvolvimento do empreendedorismo não é só uma solução à crise, mas uma ferramenta de autoconhecimento, de descoberta de forças adormecidas, aproveitamento de grandes oportunidades e também do surgimento daquele que poderá ser a grande referência no mercado escolhido (você).

Recentemente escrevi sobre Sair da Matrix. Essa é uma escolha que você deverá fazer. A escolha é fazer algo por si mesmo e ir em busca da sua sobrevivência, e mais, buscar sua própria independência e satisfação pessoal e profissional.

Engana-se quem acha que para empreender precisa de muitos conhecimentos. Você precisa de atitude. É uma questão comportamental, se isso ainda passa pela sua cabeça, você precisa ler este artigo.

Não é saudável delegar a sua vida, o seu sucesso, sua independência a quem quer que seja – muito menos ao tempo.

Grande Abraço,

Ramon Barbosa
Fonte: http://www.ramonbarbosa.com.br/blog/empreendedorismo-uma-alternativa-a-crise/


Fonte: Artigos Administradores / Empreendedorismo: uma alternativa à crise

Os comentários estão fechados.