Empresas globais criam aliança contra o Uber

Empresas globais criam aliança contra o Uber

Entre os benefícios, o pagamento na moeda do passageiro, que não precisará se preocupar com as conversões e com o pagamento de tributos diretamente

O Uber é um dos assuntos mais comentados do momento em todo o mundo. No Brasil, o serviço garantiu que vai gerar R$ 30 mil vagas de trabalho até 2016 e foi autorizado a funcionar pela Justiça de São Paulo, como mostramos aqui no Administradores. A polêmica, porém, continua. Proibir ou não proibir? Regulamentar seria a solução? 

Enquanto isso não é definido por aqui, lá fora o mundo abraça e, em lugares específicos, expulsa o novo sistema. A prova disso é que vários concorrentes da Uber se juntaram para formar uma aliança de serviços de transporte individual, visando ‘expulsar’ o serviço do mercado.

Segundo o Wall Street Journal, ela é formada, entre outras empresas, pela norte-americana Lyft, que na última quarta-feira (16) se juntou com a chinesa Didi Kuaidi para anunciar que os seus usuários poderão utilizar o serviço de ambas as empresas com um só cadastro, independente do país que esteja. Entre os benefícios está o pagamento na moeda do passageiro, que não precisará se preocupar com as conversões e com o pagamento de tributos diretamente. Segundo o Wall Street Journal, a GrabTaxi – da Cingapura e a Ola – da Índia, também devem fazer parte da parceria em breve.

 


Fonte: Notícias Administradores / Empresas globais criam aliança contra o Uber

Os comentários estão fechados.