Empresas mecanicistas ou orgânicas?

Empresas mecanicistas ou orgânicas?

As empresas precisam ser flexíveis e valorizar seu capital humano.

No mercado de trabalho altamente competitivo de hoje, inúmeros empreendedores estão investindo em empresas de sucesso, seja por oportunidade ou necessidade.

Sendo assim, existem as empresas mecanicistas que tendem a exercer mais controle sobre seus colaboradores e serem mais rígidos quanto aos processos organizacionais. Para se manter hoje em dia as empresas precisam estar abertas para a modernização, a tecnologia, saber ouvir seus colaboradores – a base da empresa – e liderar sempre pensando no bem estar de todos. Contudo, é difícil encontrar uma empresa que adote cem por cento uma estrutura orgânica ou mecanicista, até em razão da cultura, mas é fundamental que elas tenham uma visão que possa valorizar o ambiente interno e o capital humano ali presente.

Em tempos de crise se faz necessário mais flexibilidade e resiliência, a necessidade de se renovar e inovar a cada dia para continuar no mercado, pois não é fácil ultrapassar limites em tempos difíceis. A empresa precisa conscientizar os colaboradores sobre as mudanças, prepará-los para isso e assim desenvolver colaboradores resilientes, que gostam e se adequam as diversas mudanças. É preciso encorajar, incentivar, treinar e fazer com que estes colaboradores – a alma da empresa – enxerguem além do que se passa na empresa, que tenham uma visão geral e enxerguem o resultado corporativo como um todo.

(…) a eficiência da empresa é muito mais do que a soma da eficiência dos seus trabalhadores, e que ela deve ser alcançada por meio da racionalidade, isto é, da adequação dos meios (órgãos e cargos) aos fins que se deseja alcançar. (CHIAVENATO, 2000).

Empresas sabendo dar ênfase às pessoas, tem o poder de crescimento alto, ao contrário de empresas fechadas voltadas para dar ênfase em resultados e de controle rígido.

Empresas que valorizam o capital humano se sobressaem acima daquelas empresas que são extremamente fechadas e voltadas para os resultados e processos. É preciso que todos os envolvidos na organização queiram e possam trabalhar juntos, tendo a visão de que todos são importantes e assim desenvolver um melhor convívio entre todos, para serem eficientes e eficazes nos resultados e gerar uma boa adequação em diferentes tipos de estrutura organizacional.

“Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta à mudança”

– Charles Darwin

 


Fonte: Artigos Administradores / Empresas mecanicistas ou orgânicas?

Os comentários estão fechados.