Entenda mais sobre o bloqueio da internet das operadoras

Entenda mais sobre o bloqueio da internet das operadoras

Saiba se você pode ou não ser afetado pela nova politica das operadoras

A situação politica do nosso país tem perdido espaço publicitário para o que parece ter se tornado uma das maiores revoltas de usuários digitais dos ultimos tempos.

Após o anuncio das operadoras de telecom de que a partir de de 2017 o serviço de internet fixa terá seu uso limitado por franquias, uma onda de revoltas dos mais diversos usuários do serviço começou e cada vez maior tem sido o número de pessoas adeptas a insatisfação com a nova medida.

Você deve estar se perguntano agora: O que será da minha vida se minha internet bloquear agora? Talvez eu perca um filma, ou um curso, conhecer uma nova pessoa! Talvez então você nem chegue a ler este artigo pois posso não conseguir postá-lo.

Ou nada disso!!!!

Antes de mais nada, quero deixar claro que não estou me posicionando a favor do bloqueio, nem contra, esse artigo tem caráter apenas informativo.

Vamos analisar os fatos:

  • Atuais assinantes não serão afetados pelos bloqueio enquanto permanecerem com seus planos atuais.

Se você é um atual assinantes dos serviços, não será afetado pela nova politica das empresas e continuará a ter o acesso ilimitado.

  • Será que meu uso realmente atinge o limite estipulado?

Muitas pessoas que se põe contra a nova politica, não tem se quer noção do quanto utilizam serviço de dados, eu mesmo era um desses. Sem a existencia de um limite, nunca me preocupei em saber qual seria o meu consumo de dados. Após as ultimas notícias resolvi fazer alguns testes que me surpreenderam:

Eu utilizei o programa Netlimiter, mas fique a vontade para usar o que julguar melhor. Possuo uma internet fibra de 50Mbps e assisti 1 episódio de 50 min no Netflix em alta definição. Ao final do episódio havia consumido um total de 2GB.

Caso o bloqueio já estivesse em vigor hoje, o meu limite seria de 170GB, o que me daria direito a ver exatamente 85 episódios em alta definição, um total de 70 horas de programação aproximadamente 2h30min/dia todos os dias.

O que me leva a pensar: quantas horas do meu dia eu fico vendo TV?

Felizmente sou um usuário do serviço fibra que me dá um limite questionadamente razoável. E quanto aos usuários com opções de planos menores?

Usarei um quadro comparativo postado em um excelente artigo da TecMundo, onde se compara a possibilidade de uso para clientes com planos de 1Mbps de Velocidade e 10GB de limite.

  • 4 horas de Netflix em alta definição = 10GB;

Sejamos rasoáveis, um usuário com 1Mbps consegue ver 4 horas de programação em alta definição? Primeiro que o proprio site do Netflix tem como padrão, ajustar automáticamente a resolução do seu conteúdo, com base no equipamento e conexão de internet do usuário. Quanto menor a velocidade, menor a qualidade, menor o consumo.

  • Jogos para console de ultima geração, pesam de 30 a 60GB;

Convenhamos que um usúario que adquire um console de ultima geração como um PS4 da Sony, não possui uma internet de 1Mbps se tem intenção jogar on-line. Para baixar penas 1 jogo de 30Gb com uma internet de 1Mbps demoraria apriximadamente 70 horas.

E quantos jogos diferentes jogamos por mês?

  • 1 filme em HD no iTunes = 4GB;

Mesmo pensamento, quantos tempo demoraria para baixar? Sem utilizar o computador para outros recursos?

Cabe a cada usuário avaliar o seu uso e o seu dia a dia e entender se será ou não afetado pela medida.

Em outra reportagem li o seguinte pensamento que julgo interessante:

Poruqe devo pagar o mesmo valor de mensalidade por uma internet de 50Mbps usando 50GB/mês que outra pessoa que consome 500GB no mesmo plano com o mesmo valor? Por acaso isso seria justo?

Talvez a limitação seja uma forma de diferenciar os usuários pelo quanto utiliza do serviço, assim como são feitos com os minutos da telefonica, KW/h para energia elétrica, entre outros.

Pense em um usuário comum, que gasta R$80,00 de internet para suas atividades do dia a dia, e um outro que gasta o mesmo valor para postar conteúdos na internet e faturar milhares de reais.

Como em qualquer serviço, acredito sim que quem usa mais, deve pagar mais, talvez o bloqueio do serviço não seja a melhor forma de impor isso? Talvez não, mas antes de tudo e de nos posicionarmos, creio que caiba uma análise critica sobre se isso realmente me afeta negativamente ou não.

Será que estamos lutando pelos direitos corretos? Será que ao invés de lutarmos para que empresas privadas nos vendam seus serviços da forma que queremos, não deveriamos lutar por um governo que nos forneça o serviço de forma gratuíta? Cada vez que olho meu desconto do IRPF penso: Me sinto feliz em contribuir com meu país para novas moradias, mais um politico com uma nova mansão.

Se você se sente lesado pela nova forma com que as empresas de telecom decidiram atuar, lute pelos seus direitos. mas saiba exatamente pelo que está lutando, estude, analise, e tome sua decisão.

Sucesso a todos.

 

 


Fonte: Artigos Administradores / Entenda mais sobre o bloqueio da internet das operadoras

Os comentários estão fechados.