EUA precisam melhorar segurança para conter hackers, diz oficial da inteligência

EUA precisam melhorar segurança para conter hackers, diz oficial da inteligência

Apresentando uma avaliação calamitosa dos riscos cibernéticos globais, Clapper disse que China e Rússia representam as ameaças mais avançadas

Os Estados Unidos precisam fortalecer a segurança cibernética contra os hackers chineses que têm como alvo uma ampla variedade de interesses norte-americanos, com o objetivo de aumentar o custo do engajamento da China em tais atividades, disse o mais graduado oficial de inteligência dos EUA nesta quinta-feira.

O depoimento do Diretor de Inteligência Nacional, James Clapper, antes de um comitê no congresso adicionou pressão a Pequim sobre sua conduta na Web algumas semanas antes de uma visita de Estado do presidente chinês, Xi Jinping, a Washington.

Apresentando uma avaliação calamitosa dos riscos cibernéticos globais, Clapper disse que China e Rússia representam as ameaças mais avançadas, mas que Irã e Coreia do Norte também podem causar perturbações graves apesar de possuírem tecnologia menos sofisticada.

“A espionagem cibernética chinesa continua a marcar um amplo espectro de interesses norte-americanos, variando entre segurança de informação nacional a dados econômicos sensíveis e propriedade intelectual dos EUA”, ele disse ao comitê de inteligência da Câmara dos Deputados.

A administração Obama está considerando impor sanções contra indivíduos e companhias chineses por ataques cibernéticos contra alvos comerciais dos EUA, disseram oficiais norte-americanos.

A China negou qualquer envolvimento em ataques de hackers ao governo dos EUA e bases dados de corporações e insiste que também tem sido vítima de ataques.


Fonte: Notícias Administradores / EUA precisam melhorar segurança para conter hackers, diz oficial da inteligência

Os comentários estão fechados.