Euforia não é Alegria

Euforia não é Alegria

Os momentos de verdadeira alegria normalmente ocorrem em silêncio.

No dicionário existe uma distinção bem clara entre euforia e alegria:

Euforia: s.f. Psicopatologia. Estado que se caracteriza pelo aparecimento de alegria, otimismo e ânimo, mas que não corresponde à realidade da vida da pessoa que diz experimentá-los.

Alegria: A condição de satisfação da pessoa que está contente (alegre).

Por muitas vezes eu vejo que há uma confusão entre essas duas palavras.

Ambientes lotados de pessoas, muitos flashes e música alta, declarações de amor e amizade. Na legenda: “momentos alegres”.

Alegria ou Euforia?

Eu diria que pode haver alegria nesses momentos, mas na maior parte do tempo é pura euforia. Experimente por uma música dançante em volume alto, pular, gritar e sorrir sem motivo. Eu garanto que por um instante vai experimentar boas sensações.

Alegria ou Euforia?

Talvez os momentos de verdadeira alegria aconteçam em silêncio, pois é nessa hora que estamos conectados conosco mesmos e somos capazes de perceber o que verdadeiramente sentimos. Sem máscaras e sem fantasias.

Se nesses momentos sentimos vontade de voltar lá naquele primeiro momento, cheio de influências externas, de pessoas e de música alta para nos sentirmos melhores, talvez seja hora de repensar a vida.

O que eu sinto, alegria ou euforia?

A alegria vem de dentro, a euforia vem de fora.

Não pretendo apontar o dedo para ninguém aqui. Da minha paixão em observar mundo e as minhas próprias formas de expressão, decidi compartilhar esta reflexão, na tentativa de ajudar você a chegar às suas próprias conclusões. Ou quem sabe te deixar mais confuso?

E aí, qual a sua opinião sobre isso? Coloca aí nos comentários. 😀

 


Fonte: Artigos Administradores / Euforia não é Alegria

Os comentários estão fechados.