Falha de segurança no Whatsapp expõe 200 milhões de usuários

Falha de segurança no Whatsapp expõe 200 milhões de usuários

O simples ato de abrir um contato pode transferir o arquivo malicioso para o computador, permitindo o roubo de dados e o bloqueio da máquina

Como publicamos nesta semana, o Whatsapp Messenger chegou aos 900 milhões de usuários e reafirmou a sua soberania sobre os aplicativos de mensagens instantâneas mais utilizados em todo o mundo. Como extensão do aplicativo mobile – algo muito requisitado pelos usuários –  a empresa lançou meses atrás o Whatsapp Web, uma espécie de aplicativo virtual que funciona em navegadores para computadores. Até aí, ponto para o Whatsapp.

Recentemente, porém, a empresa de segurança Check Point relatou a existência de um bug no sistema, responsável por deixar mais de 200 milhões de pessoas que utilizaram o serviço nos navegadores vulneráveis a ataques hackers.

O bug foi relatado ao Whatsapp Inc. no último dia 21 de agosto. A empresa, por sua vez, liberou uma correção seis dias depois, no dia 27. “O Whatsapp respondeu rapidamente e de forma responsável para liberar uma atualização contra a vulnerabilidade em todos os seus clientes web”, disse Oded Vanunu, da Check Point.

Porém, a patch só corrige os erros de quem utiliza a última versão do software no smartphone, deixando os usuários desatualizados ainda vulneráveis. Segundo o O Globo, hackers podem tranquilamente infectar a máquina da vítima com bots, ransomwares, trojans e outros malwares.

De acordo com informações da empresa de segurança, o simples ato de abrir um contato pelo Whatsapp Web pode transferir o arquivo malicioso para o computador do usuário, permitindo o roubo de dados, o bloqueio da máquina ou até transformá-lo em um servidor que espalha novos malwares para outros computadores.

Portanto, fica o alerta: procurem pelas últimas atualizações do aplicativo na loja oficial do seu aparelho, seja ele Android, iOS ou Windows Phone.


Fonte: Notícias Administradores / Falha de segurança no Whatsapp expõe 200 milhões de usuários

Os comentários estão fechados.