Família, governança e comunicações sem limites

Família, governança e comunicações sem limites

Uma boa governança deve ser baseada em alinhamento de interesses e transparência na prestação de contas. Para atender estes requisitos, um dos itens fundamentais é a comunicação, tema pouco abordado e razão deste artigo

Vou tratar de um tema pouco abordado nos processos de governança nas empresas famiiares. Convido Você para uma reflexão:

Uma boa governança deve ser baseada em alinhamento de interesses e transparência na prestação de contas, entre outros pontos de responsabilidade, tanto na família quanto na empresa.

Para atender estes requisitos a comunicação se faz necessária. Quantas vezes utilizamos o meio eletrônico (predominantemente e-mails e mensagens de texto) de forma estrategicamente incorreta? Tenho observado que este tipo de comunicação, apesar da facilidade, em muitos casos não alcança os objetivos necessários.

As pessoas acabam ficando isoladas atrás de um teclado, disparando e-mails e mensagens, ao invés de utilizarem de forma adequada dois meios de comunicação à disposição. Vejamos:

  1. Escrito (e-mails e mensagens de texto, neste caso): devem ser utilizados para formalizar e legitimar o assunto. Note que o entendimento fica por conta de quem lê; e
  2. Verbal (olho no olho): provoca diálogo, entendimento, esclarecimento e possibilita maior motivação nas pessoas envolvidas.

Certamente, com uma boa integração destes meios e o uso – com moderação – dos meios escritos, haverá uma melhoria substancial no entendimento entre as pessoas.

Por fim, sugiro que Você faça uma campanha na sua família, com outras pessoas de seu relacionamento e na sua empresa, para incentivar mais a utilização da comunicação olho no olho, visto que ela provoca maior entendimento, motiva as pessoas e, como consequência, reduz pontos de conflitos, sendo o ponto central para o estabelecimento dos ciclos produtivos de diálogo.

 Você, sua família, outras pessoas de seu relacionamento e a governança da sua empresa ganharão – e muito – com isso!


Fonte: Artigos Administradores / Família, governança e comunicações sem limites

Os comentários estão fechados.