Feedback

Feedback

Vivemos hoje, mais do que nunca num mundo holístico e inundado de informações, mensagens, anúncios de todos os tipos. Para a maioria deles não damos muita atenção, por mais direto que eles parecem ser a nós dirigidos. Isso é resultado da ação do nosso filtro, que atua de forma inconsciente sobre o que vale a pena receber e fazer uma avaliação. Nosso cérebro aprendeu a lidar com esse excesso de imagens, sons, ruídos, fazendo uma filtragem de tudo isso, que é um recurso natural do nosso cérebro para enfrentar essa realidade

Segundo estudos recentes da PNL-ProgramaçãoNeuroLinguística, conseguimos processar 110 bits por segundo.

Quando conversamos como uma pessoa, nosso consciente processa 60 bits, daí ser muito difícil conversar com duas pessoas ao mesmo tempo; ou seja, processar 120 bits por segundo.

No entanto o nosso inconsciente consegue processar 11 milhões de bits por segundo! Sendo que 10 milhões se referem as imagens visuais. Como se percebe, processamos conscientemente uma ínfima parte do mundo que nos cerca.

Essa filtragem pode ser muito válida para o nosso mundo fora do nosso ambiente normal de trabalho, pressupondo que nossa atividade seja desenvolvida em escritório.

Já no escritório mesmo as informações visuais serem bem menos que numa rua de Las Vegas, elas existem em quantidade superior à nossa capacidade de processa-las todas.

Mas como todos nós estamos sob essa mesma realidade para a maioria relativamente, acaba ficando tudo num determinado equilíbrio. Mesmo assim pode dizer que, algumas pessoas controlam melhor, ou administram melhor do que outras essa situação. Isso influi nosso aprendizado de vida.

Esse aprendizado nunca está totalmente completo e pode acontecer que determinada decisão para resolver um problema não foi um dos melhores por se usar inadequadamente o nosso filtro

Assim se algum Colega nos comenta de forma reservada e com vontade de nos ajudar, deveríamos escutar (filtrar) a crítica construtiva e agradecer. Isso iria desenvolver a nossa resiliência.

No entanto, receber um Feedback Negativo nem sempre é bem aceito por mais que o colega, se esforce para transmitir essa sua boa vontade para o interessado.

É até humano e razoável ficar um pouco chateado, mas aos mesmo tempo deveria ficar contente por ter alguém preocupado em querer ajudar.

Receber um Feedback Negativo é uma oportunidade muito interessante, pois dá condições de evoluir no aprendizado e conhecimento, ou seja, deixar nossa resiliência mais fortalecida. É através deles que aprendemos mais sobre nós mesmos.

Dada a problemática do recebimento desse Feedback Negativo, muitas vezes, os colegas não se arriscam a tentar ajudar e isso quase sempre é feito, por força da função pelo Supervisor ou Líder da Equipe.

 Como esse profissional tem mais experiência, normalmente o recebimento do Feedback Negativo transcorre sem maiores problemas e, clima não fica inamistoso.

Por outro lado, se o interessado ficou com raiva, tentou até passar a culpa para outros colegas, isso demonstra que ele ainda não está preparado para trabalhar em equipe, ou seja, ainda não entendeu que isso faz parte das regras do jogo e o Líder deve ficar mais atento com esse funcionário.

Muitas vezes as pessoas recebem o feedback negativo simplesmente como uma crítica. Como resultado, a pessoa bloqueia a ajuda que está tentando ser passada e, assim deixa de efetuar algum tipo de melhoramento no que se critica.

Feito essa introdução, vamos focar não em imagens, mas sim na linguagem verbal e corporal do nosso Líder de Projeto, mais explicitamente quando ele nos dá um feedback dos resultados que estamos produzindo.

Entendendo que um elogio é um feedback de algo que fizemos, por exemplo, estaremos totalmente prontos e entusiasmados para escutar o que nosso líder tem a dizer. Até ainda tudo beleza.

Por outro lado, uma reclamação, uma crítica é também feedback, mas nesse caso, chamamos de Feedback Negativo, como já comentamos.

Poder-se-ia dizer que não gostamos de receber críticas. Mas sejamos inteligentes; dependendo da forma como recebemos as críticas, podemos corrigir nossa deficiência e conseguir resultados melhores e assim, passarmos a receber Feedback Positivo.

A receita está pronta mas pode não acaba não dando um bolo como aqueles expostos na nossa padaria predileta.

Aí, entre os culpados dessa situação poderia ser o nosso Líder; que ou não dá feedback algum ou não sabe como transmitir um feedback negativo (do ponto de vista de quem recebe).

Vamos trabalhar na ausência de feedback. É uma situação que realmente existente em muitos departamentos;

 A pergunta que surge é a seguinte: Porque isso acontece?

Existem diversos motivos. Um principal poderia ser a deficiência gerencial da chefia. Explico. Numa fábrica existe um controle obrigatório do que se produz, pois foi encomendado, quantificado tem prazo para a produção ser entrega. Tudo funciona na base de números e prazos. (Não vou nem falar em qualidade, pois isso é uma obrigação).

E num escritório o que se produz? Reposta: Informação

E como uma chefia mais organizada controla, avalia a “produção” dos seus subordinados?

Não é pela quantidade de e-mail enviados, quantidade de relatórios escritos ou de planilhas criadas.

Então se não é pela quantidade como seria avaliada a “produção”?

Seria pela:

[1]Rapidez na criação das informações, seja qual for a mídia:

planilha, relatório, uma apresentação em Power Point , e-mails, etc.

[2]Confiabilidade dos números utilizados para criticar, justificar mudanças, quantificar economias, resultados, etc.

[3]Objetividade nos temas tratados, pois nossos superiores estão atolados em papeladas, e-mail, relatórios técnicos, etc.

[4]Nível alto nas soluções oferecidas dados os problemas analisados. Pois apenas mostrar o que acontece não é muito. É necessário dar soluções eficientes e não apenas eficazes

[5]Procura continua da melhor forma de realizar uma atividade administrativa, ou seja, se mostrar envolvido e interessado em obter melhores resultados e com maior economia.

Se o gerente está acompanhando essa sua “produção”, com certeza você vai ter um feedback, que às vezes pode não ser aquele que você gostaria de receber, pois, segundo o nível de controle da chefia, pode ser que você não esteja “produzindo” como se espera.

CONCLUSÃO

Se você não tem feedback seu gerente não está administrando adequadamente. Isso já era afirmado por Mary Parker Follet, uma expoente autora da Chamada Escola de Relações Humanasque  nos deixou uma frase célebre: “Administração é a arte de fazer coisas através de pessoas”.

Sem dúvida, a equipe deve produzir através do seu gerenciamento. Essa é a razão da existência da sua equipe e do seu Líder.

Assim se não existir alguma forma para traduzir como meta de produção, qualidade, agilidade ele não dará feedback algum.

Vou dar um exemplo que já comentei em outros artigos:

Se é o objetivo é matar um pato selvagem para ser almoçado e isso pudesse ser feito com uma espingarda ou com um canhão, teríamos:

[1]Com a espingarda um resultado eficiente. Matou o pato e ele ficou inteiro e virou um gostoso almoço; ou seja, atingiu objetivo e teve o melhor custo x benefício

[2]Com um canhão resultado foi apenas eficaz, ou seja, não eficiente. Atingiu o objetivo; matou o pato e não sobrou nem as penas do nosso almoço voador. Teve um baixíssimo resultado custo x beneficio

Quando não se tem feedback as pessoas acabam, na maiorias das vezes, sendo apenas eficazes, o que se pode traduzir por “estou fazendo apenas o que pedem e faço como e quando posso”. Sem feedback, o funcionário fica na sua zona de conforto e acredita estar tudo numa boa, matando pato com espingarda ou com canhão

Conforme comentado nem todas as pessoas gostam ou estão preparadas para receber feedback, especialmente se esse retorno mostrar alguma deficiência dessa pessoa. Daí a necessidade ter cuidado com a forma como esse feedback dever ser realizado.

Não apenas as palavras que devem ser bem cuidadas, mas a maneira como se fala. Nós não “falamos” apenas com a boca. Quando nós estamos dialogando, o nosso corpo inteiro participa e, às vezes sem muita sintonia com a informação passada e isso pode distorcer a transmissão da mensagem.

Se é tão verdade que se a vida lhe der um limão você poderá fazer uma limonada, da mesma forma quando o seu líder lhe der um feedback negativo, tire proveito, corrija-se e faça ele no futuro transformasse num feedback positivo.


Fonte: Artigos Administradores / Feedback

Os comentários estão fechados.