Feedbacks falsos causam danos à sua carreira

Feedbacks falsos causam danos à sua carreira

Na ânsia de ficar de bem com a pessoa, preferimos esconder a realidade sobre seu desempenho, e isso é motivo de muito estresse e falsas expectativas

O filme Florence, Quem É Essa Mulher, estrelado por Meryl Streep – que está brilhante, como sempre –, me fez pensar em vários temas que nos afligem no mundo corporativo. Um deles é o feedback falso que damos a alguém para não ferir seus sentimentos.

Na ânsia de ficar de bem com a pessoa, preferimos esconder a realidade sobre seu desempenho, e isso é motivo de muito estresse e falsas expectativas, que, no futuro, podem gerar decepção, frustração e, nos casos mais graves, humilhação.

A causa disso é que, principalmente em nossa cultura, colocamos o bom relacionamento acima de qualquer outro propósito com as pessoas próximas. Ou seja, queremos estar de bem com todos ao nosso redor, o tempo todo. Essa é uma meta perigosa, principalmente se você for um gestor de pessoas.

Perigosa, porque a principal função de um líder é desenvolver outras pessoas e, se falhar nessa missão, terá ao seu redor profissionais negligentes, incompetentes e desqualificados. Portanto, primeiro precisamos ter clareza de qual é o nosso papel diante dos subordinados.

Feedback é a competência da qual os gerentes mais fogem, e é a mais demorada para ser desenvolvida. Por essa razão, em geral, ninguém recebe feedbacks que sejam orientações genuínas para seu aprimoramento. E, quando ele é falso, causa danos à carreira do subordinado.

Em nossa cultura empresarial, é comum encontrar profissionais que se consideram bons e preparados, até mesmo para cargos acima do seu. Mas, na verdade, são medíocres, e ninguém tem a coragem de deixar claro que, se não estudarem, mudarem o comportamento e se desenvolverem, estarão condenados ao fracasso.

Mesmo quando falamos da baixa produtividade do trabalhador brasileiro – o americano produz cinco vezes mais, e o sul-coreano, nove vezes mais –, em geral não somos contundentes a respeito de que isso é inaceitável perante as demandas do competitivo mundo atual.

Pior que isso, os trabalhadores cobram o papel do Estado e da companhia em treiná-los, mas fingem não saber que o principal papel é deles mesmos nessa tarefa. Principalmente em um mundo onde a informação e o conhecimento estão disponíveis a todos. Desde que assumam a responsabilidade e a disciplina de buscá-los, é claro.

O feedback verdadeiro requer maturidade de quem o dá e de quem o recebe. E é fundamental para o progresso de todos, na carreira e na vida. Afinal, uma vida plena requer assumir nossas responsabilidades e ter preparo para desempenhá-las a contento para as empresas, nossas famílias e nós mesmos. O mundo precisa de pessoas bem preparadas em todas as funções. Seja uma delas e ajude as demais a sê-lo também.

Vamos em frente!


Fonte: Artigos Administradores / Feedbacks falsos causam danos à sua carreira

Os comentários estão fechados.