Finanças combinam com crianças?

Finanças combinam com crianças?

Você acha que dinheiro combina com crianças?

Em nossos atendimentos de Coaching em Finanças é comum ouvir adultos falando que seus pais nada ensinaram sobre finanças pessoais, controles financeiros, economias ou aplicações. Muitos recordam brigas relacionadas a dinheiro ou heranças mal resolvidas. Dificilmente encontramos recordações financeiras saudáveis trazidas do passado.Mas, será que o assunto “Finanças” combina com crianças?

Não faremos reflexões financeiras nestas linhas, nem tampouco é nossa pretensão verificar como o tema finanças vivido no passado reflete em seu comportamento atual. Queremos convidar você a refletir como tem agido com relação às suas finanças hoje, especialmente com seus filhos. 

Assim, perguntamos para você que é pai ou mãe: você fala de dinheiro com seu filho (a)? Ele tem noções financeiras?

Os pais são como espelhos para as crianças, por isso é importante convesar sobre dinheiro com os filhos. Eles assistem os pais quando efetuam pagamentos de contas, quando estão trabalhando e trazem para casa o alimento, o lazer, o sorvete, o brinquedo, enfim o dinheiro sempre circula a vida de uma criança. Para ela poder administrar dinheiro é necessário conversar sobre isso e poder ensinar a lidar com ele no seu dia a dia.

Quando os pais ensinam as crianças a manejar com o dinheiro, eles também ensinam a ter independência financeira e escolhas, de verificar o que é necessidade e o que é supérfluo e esses ensinamentos serão levados para a adolescencia e vida adulta. Assim, as finanças devem ser vistas de forma saudável pelas crianças.

Conversar, mostrar valores, comparar preços e escolhas familiares faz bem e é uma atitude que pode trazer conforto financeiro no futuro de seus filhos.A mesada pode ser uma excelente aliada na educação financeira infantil. Virou febre em uma rede social no mês de Outubro do ano passado uma planilha elaborada por um pai, fazendo descontos monetários da mesada de seus filhos, por comportamentos indesejados praticados por eles. Comportamentos simples como não tomar banho ou reclamar para ir à escola reduziam em centavos o valor fixado mensalmente.   

Unir educação financeira com valores familiares é um dos pontos altos da mesada infantil. Aos poucos, adultos e crianças vão se adequando e percebendo o que de fato é importante e pode ser negociado.Especialistas recomendam que os períodos das gratificações financeiras devem obedecer as seguintes faixas etárias:·         

Até 05 anos – eventual·         

De 06 a 08 anos – semanal·         

De 09 a 11 anos – quinzenal·         

Acima de 12 anos – mensal

E você, como quer que seu filho (a) lide com o dinheiro no futuro?

Acredite que seu filho(a) tem capacidade para administrar seus próprios recursos. Muito mais do que oferecer dinheiro, você estará dando noções de administração financeira para seus pequenos.

Texto feito com colaboração da psicóloga Carolina Todeschini

Publicado originalmente em http://marliseteixeiracoach.blogspot.com.br/2013/11/financas-combinam-com-criancas.html


Fonte: Artigos Administradores / Finanças combinam com crianças?

Os comentários estão fechados.