Franquia é opção para quem quer empreender no interior

Franquia é opção para quem quer empreender no interior

Assim como redes franqueadoras estão à procura de novos franqueados em municípios de menor porte, empreendedores de cidades pequenas também estudam o modelo de negócio

Curitiba – Cerca de 3 mil franquias brasileiras estão registradas hoje no país, de acordo com dados de 2014 da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Esse mercado cresce exponencialmente, tendo dobrado o faturamento nos últimos anos: de R$ 63 bilhões, em 2009, para R$ 128 bilhões, em 2014. Franquias já somam quase 126 mil unidades franqueadas espalhadas pelos quatro cantos do Brasil e vislumbram abrir ainda mais mercado, inclusive no interior.

Lenir Fink é proprietária de uma revenda de veículos e centro automotivo em Santa Helena, no oeste do Paraná, há nove anos e, mesmo sendo dona do próprio negócio, está em busca de uma franquia para investir e aumentar a renda à família. “Tenho pesquisado algumas opções na área automotiva, mas são poucas as que existem. Já o ramo de alimentação é farto e tem chamado muito a minha atenção. Pretendo investir em uma marca forte e conhecida”, assegura a empresária.

Além de empreendedores em busca de oportunidades já formatadas, existem aqueles que abrem o negócio próprio e fazem dele uma franquia, como é o caso de Rafael Minozzo Avila, de Foz do Iguaçu. “Eu era franqueado de uma franquia de reforço escolar. Unindo a experiência que tínhamos no setor e a especialização da minha esposa em neurociência e neuroaprendizagem, montamos nosso próprio empreendimento, que se tornou uma franquia a cerca de um ano”, conta o empresário.

Em comum, Lenir e Rafael têm a vontade de empreender e participaram, recentemente, de uma ação estimulada pelo Sebrae no Paraná dentro do Programa Franquias Oeste. “Enviamos uma missão técnica para a ABF Franchising Expo, uma das mais importantes feiras de franquias do mundo, realizada no final de junho, em São Paulo. Lá, o grupo de empreendedores pode ter contato com quase 500 opções em negócios”, explica o consultor do Sebrae no estado, Alan Alex Debus.

O grupo foi formado por participantes de Cascavel, Toledo, Foz do Iguaçu, Santa Helena, Medianeira e até Laranjeiras do Sul, um município pequeno, com pouco mais de 30 mil habitantes. “Hoje, o mercado de franchising tem buscado sair dos grandes centros. Há oportunidades em modelos de negócios que se encaixam no perfil dos empreendedores e consumidores de cidades pequenas e do interior”, enfatiza o consultor.

Segundo um levantamento do Sebrae Nacional, 75% das franquias têm sede e franqueados nas capitais e regiões metropolitanas, entretanto, o mercado fora desses grandes centros tem potencial para atingir mais de R$ 800 bilhões ao ano. “Outro fator interessante é que a franquia já vem com um modelo pronto de gestão. Já é um negócio testado e aprovado. O empreendedor investe na marca e só precisa seguir à risca os procedimentos pré-estabelecidos pelo franqueador para dar certo”, diz Debus.

Melhores práticas

Para quem quer apostar no modelo de franquias e mora no interior, o mercado de franchising oferece as chamadas franquias de baixo custo, que estão divididas em microfranquias, geralmente no setor de serviços, que requerem um investimento menor de R$ 80 mil; e as franquias light ou compactas, aquelas grandes marcas que adaptaram modelos de negócios diferenciados que possibilitam um investimento inicial mais baixo do candidato a franqueado.

Quem tem interesse em conhecer um pouco mais sobre o funcionamento de uma franquia pode ter uma experiência virtual por meio do aplicativo criado pelo Sebrae Nacional em parceria com a ABF. O Game Franquias Brasil está disponível no site www.gamefranquiabrasil.com.br/gfb.


Fonte: Franquia é opção para quem quer empreender no interior Franquia é opção para quem quer empreender no interior

Os comentários estão fechados.