Governo cria nova linha de crédito de 5 bilhões para micro e pequenas empresas.

Um total de R$ 5 bilhões para financiar o capital de giro das micro e pequenas empresas do País. A novidade foi anunciada no fim da manhã desta terça-feira (10) pelo ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, e pelo presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Guilherme Afif Domingues, após encontro com a presidenta Dilma Rousseff.

Do valor, R$ 2 bilhões são do Fundo de Amparo ao Trabalhador e o restante – R$ 3 bilhões – de uma linha do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). Um grupo de 81 municípios com índices de violência altos serão privilegiados, para proteger a população mais vulnerável dessas cidades.

“É a primeira vez que se libera recurso de Fundo de Amparo ao Trabalhador para quem realmente gera emprego e renda, que é a micro e pequena empresa. Portanto, é inédito. A iniciativa cria o conceito da reciprocidade social, que é o fato de se manter o emprego na empresa que tem acesso a esse financiamento”, explicou Afif. “As empresas com mais de dez empregados terão de contratar um jovem aprendiz, que está iniciando sua carreira no mundo do emprego com uma orientação para o empreendedorismo.”

Segundo Rossetto, a medida vai garantir a contratação de 185 mil jovens nos próximos 12 meses. Com o financiamento, o ministro acredita que, no total, serão preservados ao menos 1,5 milhão de postos de trabalho.

“São iniciativas que procuram colaborar positivamente para que nós possamos preservar empregos e ampliar a capacidade de contratação, especialmente da juventude brasileira. As linhas já começam a operar na semana que vem e terão um impacto muito positivo para as MPE, para a economia e para a preservação de empregos no País”, afirmou o ministro do Trabalho.

 

Fonte: http://blog.planalto.gov.br

O post Governo cria nova linha de crédito de 5 bilhões para micro e pequenas empresas. apareceu primeiro em Novo Empreendedor.


Fonte: Novo Empreendedor / Governo cria nova linha de crédito de 5 bilhões para micro e pequenas empresas.

Os comentários estão fechados.